Sábado, 8 de julho, foi dia de festa na cidade flaviense. Em dia de feriado municipal, Chaves vestiu-se a preceito e lembrou a sua história, homenageou as suas gentes e ofereceu um vasto programa desportivo e cultural, com destaque para o concerto da fadista Carminho.

As cerimónias oficiais do Dia da Cidade e do Município de Chaves tiveram início no sábado de manhã com o hastear da bandeira na Praça de Camões, momento que foi acompanhado pelas três corporações de bombeiros do concelho e pelas interpretações musicais da Banda Municipal Flaviense “Os Pardais” e do Coro Infanto-Juvenil do Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins.

De seguida foi a vez de prestar homenagem a todos os heróis que combateram no dia 8 de julho de 1912. As cerimónias oficiais terminaram no Centro Cultural com a entrega das condecorações municipais.

Este ano a Câmara de Chaves distinguiu mais de uma dezena de personalidades que têm contribuído para o desenvolvimento social, económico, cultural e desportivo do concelho, através da sua dignificação e divulgação.
O presidente da Câmara de Chaves aproveitou a ocasião para lembrar a importância do momento que serviu para homenagear “filhos ou amigos de Chaves com uma grandeza enorme”.

“Chaves é grande. Tem personalidades reconhecidas a nível nacional que são amigos de Chaves, que se sentem flavienses, e que têm contribuído para o desenvolvimento da cidade e para que esta seja divulgada. Temos também os nossos concidadãos, como é o caso dos nossos atletas, empresários e da nossa bailarina, que são o exemplo e a demonstração de que com trabalho, perseverança e determinação é possível fazermos mais e melhor e fazer desta terra a terra dos nossos sonhos”, sublinhou o autarca.

Esta cerimónia contou também com a assinatura da Carta de Geminação entre a cidade de Chaves e a cidade de Angoulême, em França, pelos respetivos presidentes de câmara.

Esta geminação pretende fortalecer a tradição das relações de amizade e de colaboração entre França e Portugal, dada a importante presença da comunidade de origem portuguesa e flaviense em Angoulême.

Neste contexto, o líder camarário disse que através deste protocolo seria possível efetuar trocas entre os dois municípios, nomeadamente ao nível das áreas culturais, desportivas, do conhecimento, entre outras.

“Angoulême é um município importante em França. É referência mundial, por exemplo, na banda desenhada e já temos previsto que uma parte desse concurso possa vir a Chaves”, destacou.

Também é intenção do autarca flaviense estabelecer “acordos que possam trazer os estudantes de hotelaria e restauração para um encontro gastronómico em Chaves, tal como já aconteceu com os nossos jovens em Angoulême”.

Do programa de atividades das festas das cidades fizeram ainda parte as atuações musicais da Academia de Artes de Chaves, da Orquestra do Norte e das Bandas Filarmónicas de Loivos e de Rebordondo. O Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso esteve de portas abertas, com entradas gratuitas e visitas guiadas às exposições presentes. Houve ainda vários espetáculos de dança e o concurso Fotografa! Raid Fotográfico da Cidade de Chaves que já vai na terceira edição e que contou com mais de meia centena de participantes.

O centro histórico da cidade contou igualmente com vários momentos de animação, com a Festa das Esplanadas e com a iniciativa Chaves Shopping Night Out, organizado pela Associação Empresarial do Alto Tâmega, que permitiu assim dar mais cor e dinâmica às principais ruas da cidade.

No sábado à noite decorreu também a terceira edição do Aquae Flaviae Night Running que contou com a participação de mais de 900 atletas. Já o Pavilhão Municipal, no sábado e no domingo, foi palco da XXVI Maratona de Futsal.

A nível musical, a fadista Carminho subiu ao palco do jardim do Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso para um concerto memorável e que reuniu mais de cinco mil pessoas. Depois do concerto seguiu-se o espetáculo de fogo-de-artifício.

De referir que no domingo, e ainda a propósito do Dia da Cidade e do Município de Chaves, os flavienses foram convidados a assistir ao espetáculo de música e de danças tradicionais do Grupo Tradicional Alegres Tradições de Vilela do Tâmega, do Rancho Folclórico da Vila Medieval de Santo Estêvão e do Grupo de Concertinas do Monumento. O dia terminou com o concerto do Grupo Amizade, no Jardim do Tabolado.

Condecorações Municipais – 8 de julho de 2017

Medalha de Mérito de Grau Ouro
Amândio Anes de Azevedo
Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vidago
Carlos Magno Castanheira
Maria Assunção Esteves
Rui Carlos Pereira

Medalha de Mérito de Grau Prata
Alberto Assenção Mendonça, a título póstumo
Empresa A.S. Metais Fabrico e Lacagem, L.da
Daniel José Fernandes Pinheiro
Eduardo Guerra Carneiro, a título póstumo
João Manuel Pereira Junqueira
Ricardo Alberto Pires Rebelo

Medalha de Mérito de Grau Cobre
Diogo Daniel Brás
Margarida Santos de Carvalho

Medalha de Dedicação de Grau Ouro
Maria de Fátima Caeiro

Cátia Portela

Share.

Deixe Comentário