Mais de uma centena de pessoas marcou presença no XVII convívio dos “Amigos da Borralha”. Há vários anos que as memórias desta terra mineira são motivo para uma reunião e lembranças, agora perpetuadas no livro “Minas da Borralha” da autoria de Pedro Araújo, apresentado durante o encontro.

Antigos trabalhadores das extintas minas de volfrâmio, em conjunto com familiares e amigos, voltaram a juntar-se em clima de confraternização. Uma jornada iniciada na igreja da aldeia com uma missa em homenagem aos que já partiram.

Já no Centro Interpretativo, polo do Ecomuseu de Barroso, a Banda Filarmónica de Salto emocionou os participantes com a apresentação do hino dos mineiros. Seguiu-se a apresentação do livro “Minas da Borralha”. Trata-se de uma primeira reflexão histórica sobre as vivências daquela zona do concelho e resulta de um projeto de investigação que o escritor iniciou em 2009. A jornada terminou com um almoço convívio no edifício da pensão.

Redação/CM Montalegre

Share.

Deixe Comentário