Após convite formalizado pelo presidente da Câmara de Valpaços, Amílcar Almeida, no âmbito da expansão dos produtos de excelência do concelho por novos mercados, uma comitiva liderada pelo embaixador do Japão, Hiroshi Azuma, esteve durante dois dias no concelho. Um encontro que serviu para estreitar relações, dar a conhecer os produtos locais, com vista à sua comercialização no mercado nipónico.

Desde que assumiu a presidência do município, Amílcar Almeida definiu uma estratégia para captar mais investimento para o concelho, de forma a aumentar postos de trabalho e assumiu que a autarquia pretende ser um parceiro das empresas que ambicionam instalar-se no concelho.

Nesse sentido, durante dois dias, uma comitiva liderada pelo embaixador do Japão, Hiroshi Azuma, esteve no concelho valpacense com o objetivo de potenciar as oportunidades de negócio e o conhecimento da realidade económica da região.

A visita começou no domingo, dia 9, com uma agenda preenchida, em que foram visitadas algumas empresas valpacenses, nos setores do vinho, da castanha e outros frutos secos, bem como às culturas propriamente ditas, amendoais, olivais, soutos, vinhas, entre outros. Cassiano & Filhos, Monsurgel, Agromontenegro foram algumas das empresas visitadas, num dia que terminou com o jantar na vila de Carrazedo de Montenegro.

Depois de pernoitar numa unidade hoteleira de referência do concelho, na segunda-feira, dia 10, e de ter sido recebido nos Paços do Concelho, pelo vice-presidente, António Medeiros, presidente da Assembleia Municipal e vereadoras, o líder da embaixada japonesa em Portugal teve oportunidade de conhecer a Cooperativa de Olivicultores de Valpaços e a Adega Cooperativa de Valpaços.

Visita termina com almoço com dezenas de empresários do setor primário

Foi através da Associação de Amizade Portugal Japão que o líder da embaixada nipónica visitou o concelho valpacense com o objetivo de conhecer o que de melhor o concelho produz e o tecido empresarial vocacionado para a exportação.

A visita permitiu abordar as oportunidades de exportação dos produtos locais e debater questões de economia relacionadas com a possibilidade de investimento daquele país no concelho. Para tal, a Câmara de Valpaços proporcionou um almoço entre a comitiva e cerca de meia centena de empresários do setor primário do concelho para que privassem com o representante oficial em Portugal da terceira maior economia do mundo.

“Esta visita vem no seguimento da nossa estratégia de desenvolvimento económico através do alavancar do setor agrícola. Não basta ir às feiras e eventos dar-nos a conhecer. É importante atrair quem tem poder de decisão até nós, mostrar onde realmente são produzidos alguns dos melhores produtos do mundo, as nossas condições, a nossa capacidade de produção e exportação. Esperamos que seja um primeiro passo para o desenvolvimento de parcerias de negócio que possam surgir para a nossa economia. É uma visita que nos honra muito”, referiu o vice-presidente da Câmara de Valpaços, António Medeiros.

Por outro lado, a visita serviu também para esclarecer as vantagens de investimento no concelho.
“Visitamos as zonas industriais de Carrazedo de Montenegro e Valpaços, no sentido de mostrar a nossa organização, o que proporcionamos às empresas que se queiram aqui instalar e criar postos de trabalho, a proximidade com vias de comunicação de que nos fazem chegar rapidamente a aglomerados urbanos de referência, quer no nossos país, quer na vizinha Espanha, bem como a outros meios, como o Aeroporto Francisco Sá Carneiro ou o Porto de Leixões”, acrescentou o dirigente.

A visita de Hiroshi Azuma enquadra-se na estratégia de diplomacia económica que a Câmara de Valpaços tem vindo a promover para estimular o fortalecimento da competitividade e internacionalização das empresas valpacenses.

Redação/CM Valpaços

Share.

Deixe Comentário