Hélder Pereia é o candidato do PS à Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, com o lema “Vamos acordar Santa Maria Maior”.

Hélder Pereira, candidato do PS à Junta de Freguesia de Santa Maria Maior

Na terça-feira, no Tabolado, junto à Ponte Romana, Hélder Pereira foi apresentado publicamente como cabeça de lista do PS à Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, nas próximas eleições autárquicas.

A apresentação contou com a presença de Nuno Vaz, candidato do PS à Câmara Municipal de Chaves, tendo referido que o candidato Hélder Pereira, apesar de concorrer na lista do PS como independente, se enquadra no perfil de candidatos do PS ao exercício do poder local. Nesse sentido, salientou que “Hélder Pereira é um cidadão flaviense, próximo da população, com uma vasta experiência profissional, que trabalhou na diáspora e, agora, encontrando-se reformado, vive em Chaves”, e que, por isso, “permite uma disponibilidade total”. Além da disponibilidade, “é uma candidatura movida pelo serviço à comunidade, de forma transparente e empenhada, e não uma candidatura movida por interesses pessoais ou familiares, ou como um trampolim para outras funções”.

Já Hélder Pereira salientou que “nos últimos anos, Santa Maria Maior andou para trás: perdeu população jovem, por falta de oportunidades de emprego; muitos comércios encerraram, por falta de políticas de apoio à dinamização e revitalização do centro histórico; foram descaraterizados muitos locais emblemáticos que sempre fizeram parte da memória dos flavienses… Vimos muitos amigos e vizinhos emigrarem, pois a igualdade de oportunidades é só para algumas famílias”, referiu .

Hélder Pereira salientou a sua “total disponibilidade para poder exercer a função a que me candidato” e considera “como flaviense ser uma honra poder contribuir com a minha disponibilidade e experiência para implementar nesta Junta de Freguesia um conjunto de medidas sustentáveis para melhorar a vida de todos os cidadãos que nela habitam.”

Nuno Vaz, candidato do PS à Câmara Municipal de Chaves

Entre algumas medidas sugeridas, “são necessárias medidas que tornem mais transparente a gestão da Junta, não só na maior frequência na apresentação das contas, como divulgação custo/benefício em todos os apoios veiculados pela Junta para associações, empresas e parcerias”, e salienta a “equidade, o pluralismo e a competência” como princípios orientadores da ação, pois, “numa democracia é fundamental que se exerça com equidade o tratamento de todos os cidadãos, independente da sua ideologia partidária e/ou de qualquer ligação de foro pessoal ou familiar”.

A breve prazo, irá ser apresentado o programa da candidatura com um conjunto de propostas para intervenção em todas as áreas de competência da Junta, privilegiando, no entanto, as áreas da Cultura, Turismo, Saúde e Ambiente, Ação Social e Bem-estar e Comércio Local.

A terminar a sua intervenção, Hélder Pereira deixou a sua disponibilidade “para ouvir, registar e refletir sobre todas as sugestões que entendam apresentar à candidatura, de forma pessoal, pelas redes socias ou por email”.

Paulo Chaves

loading...
Share.

Deixe Comentário