Foi na passada semana que o Folar de Valpaços obteve, finalmente, certificação oficial, uma das prioridades assumidas por Amílcar Almeida, presidente da Câmara Municipal de Valpaços, aquando da sua tomada de posse em 2013.

O Folar de Valpaços obteve a certificação IGP – Indicação Geográfica Protegida, indicação essa que identifica um produto agrícola ou um género alimentício com a designação do nome de uma região, de um local determinado ou até de um país, e cuja produção ocorre na área geográfica determinada.

A autarquia valpacense, em conjunto com a COOPAÇOS – Cooperativa Agrícola de Valpaços, empenhou-se arduamente para que este feito fosse alcançado: “Houve muito esforço de quem esteve por trás, sempre muito trabalho, muita pesquisa para que conseguíssemos obter a certificação de um produto tão bom e tão apetecível por este mundo fora. Quem o consome sabe que é diferente dos demais folares que estão no mercado. E importava obter um selo de garantia. Que as pessoas quando compram sabem aquilo que compram. E comprar Folar de Valpaços é diferente de qualquer outro folar”, realçou Amílcar Almeida.

Segundo o autarca valpacense, esta certificação trará inúmeras vantagens a nível económico para o concelho: “Acredito que os negócios vão aumentar e que muitos jovens, que muitas vezes não têm oportunidade de inserção no trabalho, vão ter aí uma excelente oportunidade, a par de muitos que já optaram também pelo setor primário, nomeadamente na vinha, no azeite, no mel, nos frutos secos… Nós somos um concelho rico, essencialmente no setor primário”.

A autarquia e os produtores de folar estão já a ultimar os preparativos para aquela que é conhecida como a maior Feira do Folar do país e que será realizada no segundo fim de semana de abril.

Maura Teixeira

Share.

Deixe Comentário