Segundo o Comandante dos Bombeiros Voluntários de Vila Pouca de Aguiar, o veículo pesado dos bombeiros que capotou na tarde de ontem, dia 4 de agosto, ao fazer uma manobra, tinha no seu interior apenas o condutor que teve ferimentos ligeiros. 

Um bombeiro sofreu esta terça-feira ferimentos ligeiros na sequência do capotamento de uma viatura pesada que estava mobilizada para o incêndio que lavra desde segunda-feira em Valoura, Vila Pouca de Aguiar. 

Em declarações ao jornal A Voz de Chaves, Hugo Silva, comandante dos Bombeiros Voluntários de Vila Pouca de Aguiar, referiu que o condutor, único ocupante da viatura, sofreu apenas algumas escoriações e hematomas. O ferido foi assistido no local pela equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER), foi considerado ferido ligeiro pela médica que o assistiu no local. Foi transportado para o Hospital de Chaves para realizar alguns exames, tendo tido alta no mesmo dia. 

Trata-se de uma viatura que integrava o Grupo de Reforço de Ataque Ampliado (GRUATA) de Lisboa, que se encontra preposicionado em Vila Real. 

O alerta para o incêndio foi dado às 18h54 de segunda-feira, às 01h48 desta terça-feira entrou em resolução e, durante o dia, sofreu reativações e chegou a mobilizar cinco meios aéreos. 

Segundo dados da Proteção Civil, pelas 9h30 desta quarta-feira, dia 5 de agosto, estavam no local cerca de 141 operacionais e 40 viaturas. 

loading...
Share.

Deixe Comentário