A população de Campo de Jales, no concelho de Vila Pouca de Aguiar, teve o conhecimento do registo de 15 abatimentos de solo junto às antigas minas. 

Alberto Machado, presidente da Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, numa sessão de informação que decorreu no passado dia 31 de julho, lembrou que o primeiro abatimento foi reportado em 2015, mas que apenas há dois meses foram iniciados os trabalhos de monitorização no terreno.

Os representantes da EDM – Empresa de Desenvolvimento Mineiro e da DGEG – Direção-Geral de Energia e Geologia (esta à distância) foram chamados a dar resposta do problema à população, tendo abordado o referido registo de subsidências e assumido a perigosidade desse fenómeno numa área de três a quatro quilómetros de extensão, e pouco mais foi adiantado, tendo ficado agendada uma nova sessão para novembro com dados mais concretos sobre a origem do problema e a solução que se propõe para a sua resolução.

loading...
Share.

Deixe Comentário