Seis militares do Posto da GNR de Lebução, em Valpaços, testaram positivo à covid-19. O atendimento ao público está a ser assegurado por um militar de Valpaços.

Em declarações prestadas à comunicação social, o presidente da Câmara de Valpaços, Amílcar Almeida, confirmou os casos de covid-19 existentes no Posto de Lebução e revelou que o atendimento estava a ser realizado por um militar do Posto da GNR de Valpaços.

A GNR informou que as instalações e as viaturas foram descontaminadas por especialistas da Unidade de Emergência de Proteção e Socorro (INEM), nos dias 14 e 18 de setembro.

O presidente disse ainda que os seis militares em causa residem no concelho de Chaves. Os guardas encontram-se em isolamento.

Em Valpaços, os Bombeiros Voluntários de Valpaços e Carrazedo de Montenegro foram também testados ao novo coronavírus, todos com resultado negativo.

A autarquia explicou na sua página que “os cerca de 20 bombeiros de Valpaços e Carrazedo de Montenegro que estiveram próximos dos soldados da paz aguiarenses no combate a um incêndio na região, realizaram, em coordenação com o Agrupamento de Centros de Saúde do Alto Tâmega, o teste por zaragatoa e nenhum se revelou positivo quanto à Covid-19”.

A Câmara de Valpaços decidiu ainda, em consonância com as duas direções de bombeiros do concelho valpacense, suportar os custos inerentes aos testes de mais 50 bombeiros das duas corporações do concelho após confirmação de quatro bombeiros infetados em Vila Pouca de Aguiar.

O município decidiu também efetuar o rastreio à covid-19, antes do início letivo, a 70 funcionário municipais que prestam serviço na área da educação e, segundo o presidente da autarquia deram negativo.

loading...
Share.

Deixe Comentário