Após cinco anos de ausência, o piloto de Vidago, concelho de Chaves, Rui Gonçalves, participou na prova de abertura do nacional de motocross, que decorreu no Crossódromo da Carneira, na Moçarria. Fez 2º na primeira manga e na última corrida.

Na primeira manga da principal categoria, Rui Gonçalves fez o 2º lugar, atrás de Sandro Peixe, o grande vencedor do fim-de-semana, enquanto na segunda manga, quando liderava, ficou sem gasolina e caiu do pódio. Na corrida final, que juntou as duas classes, o transmontano voltou ao segundo lugar.

“Foi uma corrida bastante animada ainda que a preparação não tenha sido a melhor diverti-me em pista com a minha Yamaha YZ450f. Parabéns ao vencedor e à organização da prova, muito obrigado a todos que sempre me ajudaram e apoiam nestas minhas ‘aventuras’”, realçou o transmontano.

Nuno Santinho estreou-se no nacional

O piloto de Valpaços, Nuno Santinho, ao serviço de Usprigozus/Brigmotos, fez a sua estreia no nacional, em mx2.

Na primeira manga teve de abandonar devido a problemas mecânicos, mas na segunda terminou no 28º lugar, numa prova que teve como grande vencedor o internacional português Diogo Graça.

“Esta minha primeira aventura no nacional foi um grande dia de aprendizagem e de ganhar experiencia, porque aqui o andamento é muito forte. Agora com este 28º lugar em cerca de 40 pilotos é um incentivo para continuar a treinar duro para os resultados aparecerem e subir na tabela classificativa. Quero agradecer assim a todos os meus patrocinadores, sem os quais não poderia estar aqui a fazer aquilo que mais gosto”, destacou o valpacense.

Após cinco anos de ausência, o piloto de Vidago, concelho de Chaves, Rui Gonçalves, participou na prova de abertura do nacional de motocross, que decorreu no Crossódromo da Carneira, na Moçarria. Fez 2º na primeira manga e na última corrida.

loading...
Share.

Deixe Comentário