O Desportivo de Chaves, da II Liga portuguesa de futebol, vai terminar com a sua equipa secundária que disputou nas duas últimas temporadas o Campeoanto de Portugal.

Segundo o presidente da SAD do Desportivo de Chaves, Francisco José Carvalho, devido à pandemia de covid-19 o emblema de Trás-os-Montes está a reorganizar o orçamento para a próxima época e decidiu não participar com a sua equipa secundária no Campeonato de Portugal.

“Temos que nos ajustar à realidade, cortar despesas e reajustar o orçamento”, explicou.

Francisco José Carvalho deixou ‘no ar’ ainda a possibilidade de no futuro voltar a ter um protocolo com um outro clube, ou até de criar uma equipa B, caso surja a oportunidade.

A equipa Chaves Satélite, formação secundária do emblema transmontano, foi formada na temporada 2017/2018, vencendo o campeonato distrital da Associação de Futebol de Vila Real.

Nas duas últimas temporadas, a equipa que foi orientada por Carlos Guerra nas três épocas, garantiu a manutenção no escalão nacional.

Francisco José Carvalho esclareceu ainda que os jogadores da equipa secundária com contrato profissional com a SAD do Desportivo de Chaves se irão manter no clube, embora alguns possam ser cedidos ou rescindir contrato.

Os defesas Marlon e Abdull, os médios Sangaré, Kevin Pina e Hélder Almeida, e os avançados Mika Borges e Tanko representavam o Chaves Satélite e têm contrato profissional com a SAD flaviense, acrescentou.

O presidente da SAD do Desportivo de Chaves garantiu ainda que irá manter a aposta na formação, mantendo todos os escalões, como forma de assegurar a certificação como Entidade Formadora Certificada com quatro estrelas pela Federação Portuguesa de Futebol.

Os escalões de juniores, juvenis e iniciados da formação flavienses disputam os respetivos campeonatos nacionais.

loading...
Share.

Deixe Comentário