O presidente da Associação Portuguesa O Samurai, Álvaro Moreira, explicou que Chaves precisa de “um espaço em condições para treinar com condições dignas”.

“Chaves poderia ter um Centro de Alto Rendimento para Desportos de Combate e não só, está mais que na hora de dar valor aos outros desportos e atletas que não seja o futebol, alias há vários atletas flavienses com muitas capacidades de representar Chaves e Portugal, mas que depois ficam pelo caminho por se desmotivarem por falta de apoios mínimos”, realçou.

O novo presidente do clube flaviense destacou ainda que “os clubes e associações sem fins lucrativos, para além de não conseguirem suportar os gastos mensais, vêem que profissionais são isentos de despesas e recebem os milhares de euros, quando clubes e associações sem fins lucrativos é que deviam ser ajudados”.
O Presidente da APS, Álvaro Moreira, quer reverter isso e continuar o projecto mas também pretende que se “dê o verdadeiro valor a gente da terra, a quem tenta fazer algo e pelos atletas, sendo objetivo ter a possibilidade de ter alguém da cidade de Chaves a representar a Selecção Portuguesa no Mundial de Pankration, que será em novembro, em Itália”.

loading...
Share.

Deixe Comentário