Vantagem inicial foi anulada. Na segunda parte vitória podia ter caído para qualquer um dos lados. Flavienses não perdem há cinco jogos consecutivos.

Como já é imagem de marca na equipa transmontana, os juvenis entraram fortes e a marcar.
Primeiro, Liberal acertou no poste no primeiro minuto e teve nova boa situação aos oito, depois Miguel iniciou uma boa jogada que João Nuno atirou por cima em boa posição.
Já aos 15 minutos foi Botelho, na sequência de um canto, a inaugurar o marcador de cabeça.
A resposta do Paços de Ferreira foi boa e também viria a ser premiada. Primeiro, Igor obrigou Tomás a uma boa defesa, depois, a bola foi mesmo ao poste após livre, e aos 34 minutos, após canto, surgiu mesmo o empate.
Mesmo em cima do intervalo os flavienses podiam ter chegado novamente à vantagem, mas Liberal viu a bola ser cortada sobre a linha de golo.
Já na segunda parte e aos 58 minutos, Bruno teve o golo nos pés mas não conseguiu marcar, e aos 61 os visitantes atiraram ao poste, por Cerdeira.
Bem perto do final os guarda-redes tiveram de intervir para evitar a derrota da sua equipa, com Tomás a defender primeiro nos descontos e a responder José Oliveira.

Prova sofre paragem

O Nacional de Juvenis sofre agora uma pausa, com a competição a regressar a 21 de outubro, quando os flavienses visitam o Merelinense.

loading...
Share.

Deixe Comentário