No âmbito do programa “Abem – Rede Solidária do Medicamento”, a autarquia de Montalegre entregou recentemente mais 17 cartões a beneficiários que passam assim a ter acesso a medicamentos comparticipados. 

Este incentivo surge na sequência do protocolo de colaboração, formalizado no início de 2019 entre a Câmara Municipal de Montalegre e a Associação Dignitude, e o objetivo é a comparticipação de medicamentos a pessoas do concelho que se apresentem numa situação de carência económica.

A autarquia barrosã comparticipa com 100 euros por cartão, cujos beneficiários são pessoas com rendimento inferior a metade do salário mínimo nacional, isto é, 317,50€, acrescidos de 20% no caso de haver despesas avultadas com saúde ou outras devidamente justificadas.

“É uma ação que enriquece a política e quem está na política. As pessoas beneficiadas passam a ter acesso a medicamentos gratuitos. Contabilizando o que já foi feito, já são cerca de 40 beneficiários. Para a autarquia, este é um trabalho nobre que vai ter continuação. Não vamos poupar esforçar nem dinheiro para acudir a estas franjas mais carenciadas. Pode haver mais pessoas. Têm de se dirigir à Câmara para serem avaliadas pelos nossos técnicos”, destacou Orlando Alves, presidente da Câmara Municipal de Montalegre.

Os cartões abem dão direito à compra de todos os medicamentos receitados pelo médico e comparticipados pelo Serviço Nacional de Saúde, desde que se opte pelos mais baratos e sejam adquiridos nas farmácias aderentes a este programa. No concelho de Montalegre, todas as farmácias aderiram ao programa.

Até ao final do ano serão concedidos 50 cartões. 

loading...
Share.

Deixe Comentário