A Câmara Municipal de Chaves está a implementar e a homologar mais seis trilhos de visitação do Património natural e cultural.

Vidago – Arcossó (trilho da água), Seara Velha – Castelões, Vilarelho da Raia, Castelo de Monforte, Quinta do Rebentão e Moinhos de São Lourenço são os trilhos deste projeto que tem como principal objetivo “contribuir para a preservação, conservação e valorização do património natural, paisagístico e cultural presente em algumas freguesias do concelho, de forma a que estas possam contribuir para a dinamização da economia local e para a melhoria da vida das populações”, pode ler-se na nota enviada na segunda-feira, dia 17, pela autarquia flaviense à comunicação social.
Esta empreitada, com o custo de 160 mil euros, vai permitir construir percursos aliciantes que privilegiam a paisagem em caminhos públicos, tradicionais e antigos, próximos a locais de interesse das localidades e que vão divulgar o património material e imaterial dos territórios, promovendo assim a prática do pedestrianismo.
Este projeto, que inclui ainda a trabalhos de limpeza, pinturas em elementos naturais, implementação de sinalética e a colocação de estruturas de apoio, é resultado de uma candidatura apresentada ao Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020 (PDR2020), designada “trilhos de visitação do património natural e cultural do concelho de Chaves”, com uma comparticipação comunitária de 50%.
loading...
Share.

Deixe Comentário