O vice-presidente da Câmara de Chaves, Francisco Melo, presidiu na terça- feira, dia 18, à Sessão de Abertura do Encontro Temático para apreciação, pelos empresários locais, do Programa de Apoio à Definição da Estratégia de Internacionalização e Abordagem a Mercados Prioritários para os Produtos Endógenos da Região do Alto Tâmega.

O estudo apresentado, desenvolvido no âmbito do programa referido, envolveu os seis municípios da Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega (CIMAT), na procura de uma estratégia conjunta de internacionalização, e foi financiado pelo FEDER, através do programa NORTE2020, a que a CIMAT e a AMAT se candidataram, explica, em comunicado, a autarquia flaviense.

O vice-presidente da Câmara, na sua intervenção, referiu que “este programa visa levar à prática a execução de uma estratégia conjunta, que alargue e diversifique os mercados para produtos endógenos da região, ao mesmo tempo que identifica os mercados, em contexto global, que garantam vender a preços mais elevados e estimulem a criação de valor para as empresas”.

A definição das estratégias de internacionalização e abordagem apresentada cingiu-se aos mercados para o Vinho, Azeite, Água, Mel, Castanha, Carne, Enchidos, Rochas Ornamentais e Turismo. Perspetiva-se, para estes produtos, o reforço da capacidade competitiva e o crescimento do volume de produção.

O debate técnico contou o contributo da CIMAT na apresentação do projeto e respetiva metodologia de trabalho, fazendo-se representar pelo primeiro secretário, Ramiro Gonçalves.

A iniciativa decorreu na sede da Associação de Desenvolvimento da Região do Alto Tâmega (ADRAT), em Chaves.

 

 

loading...
Share.

Deixe Comentário