O cunhado, considerado suspeito do homicídio, foi levado para interrogatório, tendo sido posto em liberdade na madrugada de domingo, dia 31. 

Fontes policiais esclareceram à TVI que o homem, de 66 anos, nunca chegou a estar detido. Foi interrogado pela Polícia Judiciária (PJ) de Vila Real e libertado por não ser considerado suspeito.

O homem foi visto, na manhã de domingo, a circular de carro pela aldeia. A população confessa-se assustada. 

As vítimas mortais são o irmão e a cunhada da mulher do sexagenário.

Em causa estão desavenças antigas, uma vez que o casal estava de relações cortadas com o cunhado há cerca de quatro anos.

O casal, de 52 e 49 anos, foi encontrado ao início da tarde de sábado num terreno agrícola na localidade da Estrada da Avarenta, freguesia de Carrazedo de Montenegro e Curros, para onde tinha ido trabalhar de manhã, depois de não regressar para o almoço. 

loading...
Share.

Comentarios fechados.