Apresentação do novo treinador decorreu na passada segunda-feira de manhã e juntou a nova equipa técnica do GD Chavespara a temporada 2012/2013. A equipa técnica é jovem e a aposta será também em jovens jogadores. Trabalhos começam dia 30 de Julho.

Foi Bruno Carvalho quem abriu a conferência de imprensa do Estádio Municipal Eng. Manuel Branco Teixeira. “Para que o projecto do clube tenha sucesso é preciso que haja obras de beneficiação no Estádio. Como houve avanços no contacto com o município pensamos que estão reunidas condições para continuar a implementar o nosso projecto”, começou por explicar o presidente da Comissão Administrativa do clube flaviense.

Sem pretender “assumir favoritismos”, o responsável do GDC afirma “ter os pés bem assentes na terra. Queremos lutar jogo a jogo pela melhor classificação possível”.

Este é o primeiro projecto de Hélder Fontes como treinador principal de uma equipa sénior. O jovem treinador de 33 anos confessou que sendo um objectivo aventurar-se como treinador principal não pensava ser já, ou ao serviço do GD Chaves. “Ao surgir o convite não podia virar costas, perante uma instituição como esta que me habituei a ver noutros escalões. Tenho um grande prazer e motivação em cá estar e pretendo passar ao máximo a minha sabedoria para que o clube desenvolva para um patamar de profissionalismo que merece”, explicou Hélder Fontes.

Antes de chegar ao GD Chaves, o novo treinador dos flavienses trabalhou nos últimos dois anos na selecção da Guiné Bissau.

 

Sustentabilidade do clube nas palavras do novo treinador

“Existem muitos clubes com dificuldades financeiras e pressupõe-se que se tem de olhar para uma coisa que é fundamental, que é a sustentabilidade do clube”, defende Hélder Fontes, apresentando duas formas para o fazer: “ter uma ligação forte à sociedade e também a promoção de atletas e a sua venda”.

A aposta recairá então sobre a juventude e o novo treinador do GD Chaves garante ter feito o “trabalho de casa”. “Acompanhei alguns jogos desta divisão o ano passado ao vivo, vídeos de diversas equipas para caracterizar esta divisão. Temos características individuais para cada posição no plantel”, adianta, garantido que a equipa técnica está “a trabalhar no máximo para conseguir os melhores jogadores para o modelo de jogo que nós pretendemos que é um futebol de qualidade”.

O plantel terá assim no máximo 25 jogadores, com dois atletas para cada posição, mais um terceiro guarda-redes e um terceiro ponta-de-lança.

Hélder Fontes pretende juventude no seu plantel. “O que o futebol requer é qualidade independentemente da idade”, defende. Para o novo treinador do GD Chaves apesar de se “levantar sempre a questão do amadurecimento”, o objectivo é “ensinar e apoiar todos os atletas para que estes cresçam de forma saudável e sustentável para conseguirem ter a tranquilidade e conseguirem colocar em campo toda a sabedoria”.

“Um jogador jovem normalmente está mais predisposto em dar tudo em campo. Um dos nossos grandes objectivos é que os associados sintam de forma inequívoca que, independentemente do resultado, tudo fizeram para dignificar a camisola que vestem”, concluiu Hélder Fontes.

Os exames médicos para a nova época começam a 26 e 27 de Julho. O primeiro dia de trabalho está marcado para dia 30 de Julho. Sem qualquer confirmação oficial por parte do clube sobre a nova época, excepto a rescisão com o avançado Chico, o treinador garantiu na conferência de imprensa que quer o plantel “concluído o mais rápido possível”.

 

Linhas-gerais para o futebol do GD Chaves apresentadas por Bruno Carvalho

Cinco objectivos para o futuro do GD Chaves – “Criar alicerces para que o GDC seja autossustentável no futuro, continuar a contribuir para a reaproximação dos sócios do clube, criar uma equipa competitiva com jogadores que dignifiquem a camisola azul grená, obter a melhor classificação possível e apostar na formação”.

Os homens fortes e restantes elementos do Departamento de Futebol Sénior – “Mantém-se Óscar Santos como vice-presidente para o futebol e director desportivo, juntando-se o vice-presidente Agostinho Cabugueira ao departamento de futebol. Mantêm-se ainda Josué Nogueira, Toni Cruz e Augusto Santos no Departamento Sénior”.

Escolhida uma das equipas técnicas mais jovens – “Hélder Fontes é o treinador principal, com 33 anos. André Ferreira, que já pertenceu a uma equipa técnica no GD Chaves [adjunto de Filipe Casanova na época que terminou]tem também 33 anos e será o preparador físico e treinador adjunto. Gilberto Braga, com 33 anos, é o treinador de guarda-redes. Bruno Alves, com 30 anos, mantêm-se na equipa técnica e será observador e o futuro treinador da equipa de juniores do GD Chaves”.

Diogo Caldas

 

 

loading...
Share.

1 comentário

  1. Agora vamos ter um Desportivo treinado por adolescentes…isto é mesmo brincar com os flavienses e com os associados do GD. Chaves. Isto é para lutarmos para não descer de divisão??? Depois me dirão…

Deixe Comentário