Na aldeia de Padroso, em Montalegre, nasceu uma empresa vocacionada para a apicultura. “Números Voadores” recebeu recentemente a visita do executivo municipal e da secretária de Estado do Turismo.

Com um investimento de 200 mil euros, em grande parte proveniente de fundos comunitários, a empresa barrosã já criou três postos de trabalho e pretende criar ainda mais emprego na região. Para já, o principal mercado está em Inglaterra.

A empresa produz cerca de nove mil quilos de mel por ano, número que os empresários responsáveis pelo projeto pretendem aumentar.

A direção da empresa nasceu com o propósito de “promover a apicultura numa região do interior, onde existe escassez de emprego, mas abundância de recursos naturais, que deverão ser devidamente aproveitados”.

Para Orlando Alves, presidente da Câmara de Montalegre, este “é um bom exemplo do caminho que pode e deve ser percorrido por quem se decide a permanecer entre nós. O território é agricultura, pecuária e floresta”.Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo, mostrou-se satisfeita e orgulhosa pela iniciativa destes três jovens e destacou a autenticidade do território português, fértil na criação de oportunidades.

 

 

 

loading...
Share.

Deixe Comentário