O processo de migração da rede TDT – Televisão Digital Terreste na região do Alto Tâmega teve início no passado dia 8, no concelho de Boticas, e terminará no dia 22 de outubro, com a ressintonia dos emissores de Montalegre e Cerdeira. 

Os emissores de TDT, que disponibiliza a televisão gratuita (a qual incluiu os canais RTP1, RTP2, RTP3, RTP Memória, SIC, TVI e ARTV), estão a sofrer uma ressintonia em todo o país, de forma a possibilitar o funcionamento da 5ª geração móvel (5G). Este processo está a ser feito de forma faseada e no Alto Tâmega está a ocorrer durante o presente mês de outubro.
Enquanto os trabalhos de ressintonia decorrem, é colocado em funcionamento um emissor portátil, para que as pessoas não deixem de ter acesso ao serviço. Depois, quando os trabalhos terminarem, o emissor é ligado à nova frequência e o emissor portátil é desligado. É neste momento que, para que possam ter acesso ao serviço, as pessoas devem fazer uma nova sintonia do televisor ou do descodificador na nova frequência em que o emissor está a emitir.
Para ajudar as pessoas a perceber melhor este processo, a ANACOM – Autoridade Nacional de Comunicações, entidade responsável por este procedimento, tem vindo a distribuir folhetos explicativos onde é descrita a forma como deve ser feita a sintonização automática, na televisão ou no descodificador, e onde constam notas importantes, tais como o facto de não ser necessário substituir ou reorientar a antena nem trocar a televisão ou o descodificador. A ANACOM criou ainda uma linha de apoio que é gratuita (800 102 002) e cujo horário de funcionamento é das 9h às 22h. Esta linha serve para dar informação e para ajudar a fazer a sintonia das televisões à distância.
Se alguém não conseguir fazer a sintonia com o auxílio dos operadores da linha telefónica, será reencaminhado para técnicos da ANACOM que, também por telefone, poderão dar uma ajuda mais detalhada. Se ainda assim as pessoas não conseguirem, as equipas da ANACOM que andam no terreno irão deslocar-se à residência destas pessoas para procederem à ressintonia dos televisores. É importante realçar que estes técnicos apenas se deslocarão às casas das pessoas com marcação e devidamente identificados com as credenciais da ANACOM.
As Câmara Municipais e as Juntas de Freguesia são parceiras da ANACOM na divulgação deste processo e, por isso, no passado dia 6 de outubro, o vice-presidente da empresa, João Miguel Coelho, esteve reunido com os presidentes dos concelhos do Alto Tâmega, na sede da CIMAT (Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega).
“O objetivo principal [desta ressintonia]é conseguir que a rede 5G possa progredir no país. Temos neste momento a ocupar essas frequências a TDT. E, portanto, essas frequências precisam de migrar para outra faixa e partir daquilo de onde está agora a TDT podermos desenvolver a 5ª geração das comunicações eletrónicas. E é com esse objetivo que temos vindo a fazer uma campanha em todo o país. Começámos no Algarve e temos vindo a subir. Estamos a fazer ressintonias de emissores para podermos mudar as frequências para outras faixas”, explicou João Miguel Coelho, em declarações prestadas no final da reunião à comunicação social.

 

Um dos grandes objetivos passa por continuar a disponibilizar televisão gratuita às populações

Tal como já foi referido neste artigo, a TDT disponibiliza televisão gratuita, e o vice-presidente da ANACOM referiu que é objetivo da empresa que as pessoas possam continuar a usufruir deste serviço sem pagar qualquer custo: “Por isso é que a ANACOM está aqui hoje. Tínhamos iniciado este processo em fevereiro, em março tivemos de interromper. Em agosto retomámos e já emigrámos mais de metade dos 240 emissores existentes no nosso país”.
Para ajudar a divulgar toda a informação acerca deste procedimento de migração dos emissores da TDT, para além das Câmaras Municipais e das Juntas de Freguesia, a ANACOM estabeleceu parceiras com a Guarda Nacional Republicana, a Polícia de Segurança Pública, o Instituto de Segurança Social, o Patriarcado, a Liga Nacional dos Bombeiros e o Corpo Nacional de Escutas.

Maura Teixeira

loading...
Share.

Deixe Comentário