A freguesia da Madalena e Samaiões, mais precisamente o Largo de São Roque, recebeu, pela primeira vez, o Juramento de Bandeira dos recrutas do Regimento de Infantaria 19 (RI19) na manhã de segunda-feira, dia 25 de novembro. Cerimónia foi presidida pelo Major-General Francisco Xavier Ferreira de Sousa, segundo comandante do Comando das Forças Terrestres.

Os soldados do 8º Curso de Formação Geral Comum de Praças do Exército, dos pólos de formação da Brigada de Intervenção, bem como os soldados do Regimento de Cavalaria 6, de Braga, juraram defender a pátria perante o Estandarte Nacional, proclamando em uníssono as palavras do juramento, seguindo-se a imposição das boinas. Foram vários os familiares destes militares que fizeram questão de marcar presença neste dia tão importante.
O “Juramento de Bandeira” marca o final da instrução militar básica ministrada aos recrutas. Agora uma nova fase se inicia na vida militar destes jovens soldados designadamente a fase de instrução complementar que irá dotá-los das competências necessárias para sobreviverem num campo de batalha, bem como de habilitações para poderem prestar serviço em outros quartéis militares.
O Major-General Francisco Xavier Ferreira de Sousa, na sua intervenção, aplaudiu o facto de esta cerimónia ter sido feita fora dos muros do quartel: “Quero agradecer a Chaves por receber, mais uma vez, esta cerimónia que tem tanto significado para nós militares. Chaves sabe respeitar, sabe ser amiga. O senhor presidente da Junta de Freguesia da Madalena em boa hora nos convidou para aqui estar. O nosso agradecimento pela referência, e, acima de tudo, fica também o sentimento de que estando aqui nesta freguesia estamos com o povo de Chaves”.
Depois, dirigiu-se aos recrutas que juraram bandeira: “Em tempos esta cerimónia significava a transição para uma liberdade maior, a de ser homem. Hoje em dia traduz-se, sobretudo, para um outro patamar. É a passagem para uma cidadania mais afirmada. Não pensem que assumir uma carreira vai vos dar muitas benesses. Só há uma coisa que vocês podem assumir: é que em cada momento que vocês se vão dar a esta nossa pátria, esse sentimento de que estão a fazer o bem, que estão a fazer aquilo que devem é o único agradecimento que vão ter”.
Durante a cerimónia foram ainda condecorados militares e antigos combatentes.
Antes do final da cerimónia houve desfile das Forças em Parada em continência à Alta Entidade, o Major-General Francisco Xavier Ferreira de Sousa, atuação da Banda Militar do Exército – Pólo do Porto, e uma visita à exposição estática VBR Pandur II junto à sede da Junta de Freguesia.

Maura Teixeira

loading...
Share.

Deixe Comentário