Concertos, colóquios, palestras, teatro, visitas de estudo, exposições, concursos e torneios são algumas das atividades que vão preencher as celebrações do centenário da Escola Dr. Júlio Martins ao longo deste ano.

A abertura oficial das comemorações acontece no domingo, dia 27, a partir das 16h30, no auditório do Centro Cultural de Chaves, local escolhido para acolher o concerto de apresentação do “percurso musical do centenário” interpretado pela Orquestra de Sopros da Academia de Artes e dirigido pelo maestro Luciano Pereira. No espetáculo marcarão presença os membros da direção e do conselho geral do Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins.

A Escola Dr. Júlio Martins foi fundada, por decreto, a 2 de maio de 1919, inicialmente sob a designação de Escola Industrial e Aula Comercial. Porém, os primeiros passos para a criação do estabelecimento escolar na cidade flaviense começaram a ser dados ainda no século passado, em 1889. Nesse ano foi criada a Escola de Desenho Industrial, que durou apenas dois anos devido às reorganizações no ensino industrial e comercial levadas a cabo pelo Governo da altura.

O professor Altino Rio, da comissão organizadora do programa comemorativo dos cem anos da escola, tem sido um dos responsáveis por investigar e colocar a descoberto toda a história do estabelecimento de ensino.

“Esta escola funcionou em vários locais da cidade. Há poucos dados sobre isso, mas acreditamos que terá iniciado a sua atividade em Santo Amaro, depois esteve na Rua Direita, passou mais tarde para a chamada Escola da Lapa (antigo Magistério Primário), até 1960, sendo por fim transferida para o local onde está atualmente”, referiu o responsável na quinta-feira, dia 17, em conferência de imprensa.

Ao longo dos anos a Escola Dr. Júlio Martins tornou-se uma referência na cidade, com um ensino fortemente ligado à componente prática. Mais tarde, a escola viria a adaptar-se a uma nova realidade e a semelhar-se à oferta educativa estabelecida no país. No entanto, as áreas técnico-profissionais continuaram a ser bastante valorizadas dentro da escola.

Dar a conhecer as origens da instituição, homenagear os vários dirigentes que passaram por ela e refletir sobre o papel desta na sociedade flaviense são alguns dos motivos que levaram a comissão organizadora, constituída por docentes, associação de estudantes e associação de pais e encarregados de educação, a promover um programa vasto de atividades ao longo de 2019.

Ex-aluno e a liderar os destinos do agrupamento desde 2012, Joaquim Tomaz destaca o prestígio alcançado pelo estabelecimento de ensino em todo o território do Alto Tâmega, que contribuiu, na sua opinião, definitivamente, para o engrandecimento do interior do país.

“Durante este século a escola passou por momentos de maior afirmação, em outros nem tanto, mas atualmente encontra-se numa boa fase, com muitos alunos, com grande procura e com um bom serviço público para a comunidade”, frisou o diretor do Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins que conta já com dois mil alunos.
Nuno Alves é o presidente da associação de estudantes e conta que é “muito positivo” para ele e para todos os estudantes daquele agrupamento poderem fazer parte das celebrações dos cem anos da escola.“O feedback dos alunos tem sido muito positivo porque este é um momento que também eles vão poder mostrar alguns dos seus talentos, na música, na magia, na acrobática e no desporto em geral”.

No dia oficial do aniversário, no dia 2 de maio, será organizada uma visita à escola onde alunos e professores terão a oportunidade de demonstrar alguns dos projetos que estão a desenvolver junto de vários convidados, nomeadamente membros do Governo. A tarde será dedicada aos alunos, com vários momentos musicais. Na igreja Matriz realiza-se uma missa e à noite será organizado um jantar convívio. As festividades do centésimo aniversário terminam em dezembro, com o jantar de Natal.

O programa do centenário da escola pode ser acompanhado na página oficial do Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins na internet ou na conta de Facebook relativa ao aniversário.

Cátia Portela

loading...
Share.

Deixe Comentário