Devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus, todas as celebrações religiosas foram canceladas, no entanto com o fim do confinamento, a Conferência Episcopal Portuguesa decidiu retomar as cerimónias depois do dia 30 de maio.

Apesar de as celebrações religiosas se voltarem a realizar, as mesmas serão condicionadas a algumas medidas seguindo as diretrizes fornecidas pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Durante as celebrações eucarísticas, a DGS recomenda o distanciamento social de 2 metros entre cada pessoa e a regular higienização das mãos. O gesto da paz continua suspenso e a comunhão está condicionada, com o respeitar do distanciamento físico na fila, a utilização de máscara, que só deve ser desviada duas pessoas antes da vez de cada fiel, a desinfeção das mãos antes de receber a hóstia na mão, com posterior colocação da máscara e higienização das mãos de novo.

É estritamente necessário que os fiéis cumpram estas regras, de modo a evitar possíveis contágios e a propagação do vírus.

loading...
Share.

Comentarios fechados.