A autarquia aguiarense renovou as medidas de apoio à comunidade, que decorrem até ao final do ano.

Em reunião de Câmara na quinta-feira, dia 8 de outubro, Alberto Machado, presidente da Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, salientou que as medidas visam, por um lado, apoiar as pessoas mais desfavorecidas, e, por outro, o setor empresarial. Estes apoios estendem-se também às instituições sociais.

No que respeita às famílias consideradas vulneráveis, a comparticipação mensal vai até ao valor de 50 euros por cada elemento da mesma. Estas veem também reduzidas para metade as tarifas da água, saneamento e resíduos.

Aos comércios, serviços e às instituições sociais, existe também uma redução em metade da fatura da água e tarifas associadas.

As medidas que haviam sido aplicadas no trimestre anterior mantêm-se: isenção de tarifários em mercado de produtos locais, ocupação da vida pública e lojas municipais, e prioridade à aquisição no comércio local.

Em nota publicada no site da autarquia, a Câmara de Vila Pouca de Aguiar refere ainda que “para fazer face à pandemia e na sequência de transferência de competências, o Município tem vindo a fornecer materiais ao Agrupamento de Escolas para combater o coronavírus (desinfetantes, doseadores de sabão, termómetros, etc.), assim como, materiais de cozinha e escritório”.

loading...
Share.

Deixe Comentário