Passam para três o número de Equipas de Intervenção Permanente (EIP) em Chaves, atribuídas às três corporações de bombeiros do concelho, proporcionando assim uma cobertura total da área concelhia e um elevado grau de prontidão às diferentes ocorrências.

Depois da atribuição à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Flavienses e Bombeiros Voluntários de Salvação Pública, em maio passado, foi agora a vez da atribuição pela Secretaria de Estado da Proteção Civil aos Bombeiros Voluntários de Vidago, revela a autarquia em nota enviada às redações. A cerimónia de assinatura do protocolo teve lugar em Maceira, Leiria.

Recorde-se que estas EIP resultam de um acordo entre a Câmara de Chaves, a Autoridade Nacional de Proteção Civil e as corporações de bombeiros. O município comparticipa 50 por cento das despesas com as três equipas, um investimento na ordem dos 100 mil euros/ano.

Estas equipas são compostas por cinco elementos cada, em regime de permanência e têm como missão assegurar serviços de combate aos incêndios; de socorro à população, entre outras, no âmbito do exercício das funções específicas que são cometidas aos corpos de bombeiros.

 

loading...
Share.

Deixe Comentário