A mais recente obra de Bento da Cruz, terceira edição de “Contos de Gostofrio”, foi apresentada no salão nobre da Câmara Municipal de Montalegre. A cerimónia foi presidida por Fernando Rodrigues, figura máxima da autarquia, rodeado de um conjunto simpático de seguidores que não quiseram perder o ensejo de estar por perto de uma «figura de prestígio da nossa cultura, da nossa terra e da nossa gente», frisou o edil.

O salão nobre dos paços do concelho encheu ao receber a apresentação, do recém editado, livro “Contos de Gosto Frio”, de Bento da Cruz. Fernando Rodrigues fez as honras aos muitos admiradores que marcaram presença no evento. Nas palavras do autarca «é a nossa vida e a nossa realidade que está ali contada», imortalizada «em páginas de grande valor estético e literário».

Bento da Cruz partilha que nele frui «um sentimento de gratidão» e ao mesmo tempo de «um certo receio e pudor» de se ver «metido em altas cavalarias» para as quais não se sente «de maneira nenhuma talhado». O autor barrosão espera «que os leitores esgotem a edição, que é para isso que se escrevem os livros e se lançam no mercado».

 

Centro de Estudos Bento Da Cruz

 

Durante a cerimónia ecoou a ideia da criação de um centro de estudos com o nome Bento da Cruz. O presidente da Câmara Municipal afirmou que «estamos a trabalhar nesse projecto», que vai «unir gente da literatura, das universidades» cujo fim passa por divulgar e promover o «nome de Bento da Cruz». Esta diligência recai «também na investigação sobre o próprio trabalho deste grande escritor», continua Fernando Rodrigues. O mesmo explica que «estamos a fazer um projecto de remodelação da biblioteca municipal, ampliação para a garagem da Câmara», de forma «a termos aí o arquivo municipal em ligação com a biblioteca». Na mesma linha de pensamento refere que «esses dois espaços vão dar abrigo ao centro de estudos Bento da Cruz e ao espaço cultural Barroso da Fonte». No seguimento da criação desse local, o autarca salienta que «é uma obra importante do ponto de vista cultural» e destaca que apesar de «termos muitas infra-estruturas, aquelas que têm a ver com a cultura e a educação têm de ter mais força e mais apoio». Isto porque «é na cultura e com a educação que nós construímos o nosso futuro de uma forma mais sólida», realça o presidente da Câmara.

 

«Obrigado, Bento da Cruz!»

 

Fernando Rodrigues defende que «temos a grande obrigação de deixar o nosso agradecimento profundo a Bento da Cruz», em nome «de todos os barrosões» que se «orgulham de ver a sua história e cultura afirmada a nível nacional». Lugar ainda para «um muito obrigado pelo grande prestigio que dá à nossa cultura, à nossa terra, à nossa gente» e pelas «lições de solidariedade, de trabalho» e de «aprender todos os dias a gostar cada vez mais do nosso Barroso».

 

Redacção

loading...
Share.

Deixe Comentário