Investimento é de cerca de 440 mil euros e a autarquia prevê que obras estejam concluídas até final do ano.

No Museu da Região Flaviense, a intervenção contempla a substituição do revestimento da cobertura, bem como a aplicação de isolamento para melhor desempenho térmico do edifício, explicou em comunicado a Câmara de Chaves.

Relativamente ao conjunto arquitetónico Torre/Baluarte, prevê-se a criação de novas coberturas e limpeza geral dos panos exteriores, com intervenções pontuais de restauro interior, nomeadamente na escada interior e de acesso à cobertura, da cobertura com colocação de cobre em substituição da telha, colocação de vãos exteriores, remodelação do passadiço exterior ao nível do segundo piso, colocação de nova cobertura e de piso no espaço entre a torre e a muralha, assim como limpeza exterior da pedra, acrescenta.

No que diz respeito aos arranjos exteriores, o município esclarece ainda que estão contemplados acertos de cotas e remodelação de pavimentos que visam essencialmente a melhoria das acessibilidades, através da criação de percursos alternativos passíveis de serem utilizados por pessoas com mobilidade condicionada, contribuindo para a articulação entre o Museu, a Torre e Baluarte.

Esta obra faz parte integrante do Plano de Ação de Regeneração Urbana (PARU) de Chaves, beneficiando de um investimento cofinanciado a 85% pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), no âmbito do Programa Operacional Regional do Norte 2014-2020 (Norte 2020).

Partilhar

Comentários | Seja educado na sua opinião