Na semana em que se homenageiam seres que dignificam os direitos humanos e lutam para tornar o mundo num local mais digno, as bibliotecas das Escolas EB1 nº 3 (Caneiro), EB2 Dr. Francisco Gonçalves Carneiro e Escola Secundária Dr. António Granjo, com a colaboração da Associação de Estudantes, deram continuidade à iniciativa promovida pela Amnistia Internacional, “Maratona de Cartas”, que, sob o mote “Escreva uma carta, Ajude a Salvar Vidas”, contribui para a Defesa dos Direitos Humanos.

Assim, os alunos das escolas referidas visionaram um filme sobre os direitos humanos, relativamente aos casos apoiados pela Amnistia Internacional de 2018 e assinaram as petições, juntamente com docentes e assistentes operacionais, dando assim o seu valioso contributo para a construção de um mundo em que todos sejamos “livres e iguais em dignidade e em direitos” (artigo 1.º da DUDH).

Ao assinarem as cinco petições, os nossos alunos, pequenos cidadãos em formação, estão a contribuir para a defesa dos direitos das ativistas: Atena Daemi (Irão), que luta contra a pena de morte e defende os direitos das mulheres; Marielle Franco (Brasil), cidadã que, até ao fim, nunca se vergou em prol de um Rio de Janeiro mais justo; Nonhle Mbuthuma (África do Sul), que lidera a luta da sua comunidade contra uma empresa mineira de exploração de titânio; Geraldine Chacón (Venezuela) defensora dos direitos dos jovens na cidade de Caracas, e Vitalina Koval (Ucrânia), que luta pelos direitos LGBTI e das mulheres na sua cidade natal.

Com esta atividade, pretendeu-se envolver ativamente os alunos na defesa de pessoas e de comunidades em risco, promovendo-se valores de cidadania ativa, respeito e solidariedade.

A equipa da biblioteca escolar orgulha-se de apoiar uma causa tão nobre, porque acredita na luz que ilumina as palavras de Nelson Mandela: “Negar ao povo os seus direitos humanos é pôr em causa a sua humanidade. Impor-lhes uma vida miserável de fome, privação e de falta de liberdade, é desumanizá-lo”.
Portanto, vamos continuar “a dar as mãos” e abraçar as causas que defendam os direitos humanos para que a desumanização seja abolida do Mundo.

A Equipa da Biblioteca Escolar 

loading...
Share.

Deixe Comentário