No dia 24 de Setembro, o P. António Mateus celebrou as Bodas de Ouro na paróquia de Moreiras do concelho de Chaves, onde é pároco há 29 anos.

O Padre Mateus é também responsável pelas paróquias de Nogueira da Montanha e Sª Leocádia e, há alguns anos, já teve a seu cargo a paróquia de Serapicos, do concelho de Valpaços. Foi uma justa homenagem que os seus paroquianos lhe prestaram. A missa foi presidida pelo Bispo D. Amândio José Tomás com a presença de muitos sacerdotes, os seus irmãos e muitos sobrinhos.

D. Amândio, numa homília vibrante, como é seu timbre, e cheia de carinho para com o P. Mateus, disse que “a Igreja é obra de todos”, fazendo um apelo aos jovens que queiram comprometer-se com o Senhor na obra das vocações. O P. Mateus, no fim da missa, com várias intervenções cheias de humor e boa disposição, repetiu a frase do Papa Bento XVI dizendo: “Sou um humilde trabalhador da vinha do Senhor”.

João Batista, Presidente da Câmara, que foi seu aluno de Francês no Seminário e, depois, seu colega na Escola Nadir Afonso, visto que o P. Mateus foi aí Professor de Moral, enalteceu a figura do nosso homenageado a quem reconheceu as qualidades de seriedade, disciplina, exigência e trabalho, oferecendo-lhe, em nome da Câmara, um lindo quadro com a Ponte Romana.

O P. Mateus, para além do seu empenho paroquial, dedicou-se muito aos seus sobrinhos. Eram 7; como tinham os seus pais em França, o tio Padre foi o seu preceptor enquanto estudaram em Chaves. Depois, foram para a Universidade e todos estão licenciados. A mais nova, formada em Matemática, agradeceu em nome de todos, recordando com graça algumas cenas alegres que se passaram entre eles ao longo de 6 anos. Dois sobrinhos netos tocaram a duas vozes um dueto de violino com tal mestria que encantaram toda a gente.

Uma Senhora agradeceu toda a sua actividade ao longo dos 29 anos ao serviço das Paróquias, oferecendo-lhe um lindo ramo de 50 rosas brancas para recordar os seus 50 anos de sacerdote. Foi uma festa bonita! De realçar ainda a presença de vários professores, seus colegas na Nadir Afonso e outras escolas. Seguiu-se um alegre convívio no Hotel Aquae Flaviae com o seu grande salão completamente cheio de amigos.

Aí, o P. Hélder teve ocasião de agradecer, em seu nome e do Mons. Guerreiro que muito trabalhou para a realização desta festa, toda a dedicação e camaradagem que o P. Mateus sempre tem revelado ao longo de toda a sua actividade ao serviço da Igreja.

Pároco da Madalena de saída

 

No domingo, dia 25, esteve entre nós D. Amândio José Tomás. De manhã na Igreja da Madalena para agradecer o bom trabalho do P. Saavedra ao longo de vários anos e ao mesmo tempo desejar as boas vindas ao novo pároco da Madalena, o P. José Augusto Alves, um sacerdote vicentino.

O Pe. Saavedra será, daqui em diante, o pároco de Mesão Frio, ficando assim mais perto da sua terra natal. Desejamos-lhe a continuação de um bom trabalho apostólico ao serviço dos novos paroquianos.

 

Bustelo e Sanjurge com novo Pároco

De tarde, D. Amândio José Tomás esteve em Bustelo agradecendo o trabalho do P. João Martins Calheno há mais de 50 anos ao serviço das paróquias de Bustelo e Sanjurge. Passa agora a ser pároco destas freguesias o P. Valdemar que já é conhecido desta região como pároco de Vilarelho e Seara Velha, que continua a paroquiar. Ao P. Calheno desejamos a continuação de muita saúde e ao P. Valdemar um bom apostolado ao serviço dos seus novos paroquianos.

No fim da Missa os responsáveis pela Fábrica da Igreja e a Junta de Freguesia quiseram mimosear toda aquela gente com um saboroso lanche servido no salão paroquial.

Delmino Fontoura

loading...
Share.

Deixe Comentário