A cidade de Chaves prepara-se para celebrar o Dia do Município, a 8 de julho, lembrando uma data importante da sua história, quando neste dia em 1912 a cidade flaviense foi palco de uma das mais importantes batalhas pela consolidação da República e derrota definitiva da Monarquia. 

Tendo em conta a crise pandémica que assola o mundo inteiro, o programa das celebrações será restrito. 

“O Dia da Cidade e do Município vai assim ser assinalado, de forma simbólica, com a realização da cerimónia do hastear da bandeira nacional, na Praça de Camões, seguida de uma romagem ao cemitério para homenagear os combatentes. Neste dia serão inauguradas as obras de requalificação do Largo Terreiro de Cavalaria (Jardim do Bacalhau) e da Margem direita do rio Tâmega, incluindo o Parque Infantil. No Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso, ao final da tarde, será inaugurada a exposição monográfica ‘Paula Rego. O grito da Imaginação'”, informou a autarquia esta quarta-feira, dia 1 de julho. 

Durante todo o dia, as ruas do centro histórico da cidade serão ainda palco de um concerto itinerante com atuações de duas bandas filarmónicas, realizadas num autocarro aberto. 

loading...
Share.

Deixe Comentário