O Dia Nacional dos Castelos foi celebrado com música, teatro e muita, muita história na cidade flaviense.

Desde meados da década de 80 que o Dia Nacional dos Castelos é assinalado um pouco por todo o país no dia 7 de outubro. É o dia em que as pessoas podem aproveitar para visitar gratuitamente os castelos nacionais e ficar a conhecer um pouco mais da sua história.
Em Chaves não foi exceção e o Dia Nacional dos Castelos foi celebrado na sexta-feira, dia 6, com várias recriações históricas acompanhadas por diversos momentos musicais criados pelos alunos da Academia de Artes de Chaves.
A Torre de Menagem do Castelo flaviense, monumento nacional desde 22 de março de 1938, foi o palco escolhido para acolher a noite cultural que recebeu bastantes curiosos e apaixonados da história portuguesa.
Aproveitando os diversos pisos do castelo, o grupo de atores do Teatro Experimental Flaviense (TEF) encenou os diferentes momentos “vividos” pelo monumento flaviense, desde a sua reconstrução, na época do rei D. Dinis, passando pela Guerra da Restauração, pela Revolução Francesa, 1ª Guerra Mundial até à Guerra Colonial Portuguesa. O último piso foi reservado ao espetáculo “Os anjos e a cidade”.
“Penso que através destas encenações conseguimos atrair as pessoas ao nosso castelo e de forma, digamos, um pouco brincalhona conseguimos transmitir e dar a conhecer a nossa história, pois só conhecendo as coisas é que podemos amá-las”, disse Rufino Martins, presidente do TEF.
De acordo com o dirigente, esta atividade tem todos os ingredientes para atrair ainda mais visitantes e poderá também “estender-se aos fortes São Francisco e São Neutel” para divulgar a história da cidade de Chaves.
O TEF “possui uma biblioteca que foi cedida pela Fundação Calouste Gulbenkian há mais de 30 anos. É um espaço de que nos orgulhamos bastante e onde temos vários livros sobre a nossa história, e sobre a história dos concelhos limítrofes, e é onde fazemos a nossa pesquisa e onde nos preparamos com pormenores para as peças”, contou.
A par da biblioteca, o espaço cultural é contemplado ainda com um vasto guarda-roupa que permite assim vestir todos os atores sem haver a necessidade de adquirir novos trajes para cada peça.
As atividades alusivas ao Dia Nacional dos Castelos foram organizadas pela Câmara de Chaves.

Cátia Portela

 

Share.

Deixe Comentário