Na passada segunda-feira, e à semelhança de anos transatos, a Santa Casa da Misericórdia de Chaves participou na romaria em honra de Nossa Senhora da Saúde, na freguesia de S. Pedro de Agostém.

Tendo esta festividade forte tradição no concelho de Chaves, atraindo sempre muitos devotos, e tendo a maior parte dos utentes da Misericórdia de Chaves lembranças de tempos passados nesta Festa de Nossa Senhora da Saúde, a instituição “pretende manter acesa a fé da nossa comunidade institucional, relembrando hábitos e valorizando tradições antigas”, que fazem parte da identidade cultural dos seniores, de acordo com a equipa de Animação Sociocultural, responsável por dinamizar a participação dos utentes de todas as estruturas residenciais para pessoas idosas da Misericórdia de Chaves.

Assinalar tradições e estimular memórias passadas

José Araújo é natural de Felgueiras mas há mais de 70 anos que reside em Chaves e diz que foi “o amor que o trouxe até aqui”. Hoje, com 93 anos, a residir no Lar de Santa Isabel, já lhe perdeu a conta ao número de vezes que foi com a família, “a pé, até ao santuário, com mantas e boa merenda”, disse com saudades.
Se a manhã teve uma forte componente espiritual, marcada pela celebração religiosa e procissão em louvor à padroeira daquela freguesia flaviense, já a tarde pretendeu desenvolver atividades de socialização entre os seniores e teve, depois de um almoço convívio, uma componente lúdica marcada pela animação musical onde não faltaram um pezinho de dança e um lanche partilhado.

Sandra Gonçalves

loading...
Share.

Deixe Comentário