A chuva forte e a neve que caiu no início desta semana provocaram alguns estragos em todo o território transmontano e encerraram escolas no concelho de Montalegre.

www.cm-montalegre.pt__srccaNa madrugada desta segunda-feira, 4 de janeiro, a chuva forte causou vários estragos em Pedras Salgadas, no concelho de Vila Pouca de Aguiar. O rio Avelames galgou as margens provocando inundações em diversas zonas. O parque junto à margem direita do rio ficou inundado, o pequeno passadiço construído junto ao mesmo foi levado pela água e o muro de suporte junto à ponte principal, adjacente à Loja de Turismo, ficou parcialmente destruído.

O mau tempo condicionou a EN 312, na zona de Cerva, concelho de Ribeira de Pena, onde a circulação rodoviária se fez de forma alternada.

Na cidade de Chaves uma derrocada de um muro atingiu o anexo de uma habitação e o Ribelas alagou a zona envolvente.

Neve levou ao encerramento das escolas

No concelho de Montalegre a queda de neve causou esta terça-feira, dia 5, alguns constrangimentos, afetando principalmente a zona de Pitões das Júnias e a estrada da fronteira com Espanha, que se encontrou condicionada à circulação de veículos pesados.

Por causa da neve, em Pitões das Júnias o transporte escolar não se efetuou por motivos de segurança, disse David Teixeira, vice-presidente da Câmara de Montalegre e responsável pela pasta da Proteção Civil.

O Agrupamento de Escolas Dr. Bento da Cruz decidiu entretanto suspender as atividades letivas durante a tarde nos seus estabelecimentos de ensino, reabrindo apenas no dia seguinte.
No terreno estiveram os meios da Proteção Civil a efetuarem as operações de limpeza das estradas.
No concelho de Vila Pouca de Aguiar a neve caiu com maior incidência na zona de Jales e do Alvão. Na EN 212, entre Guilhado e Raiz do Monte, na zona da Presa, próximo da área de lazer, a neve caiu intensamente durante duas horas.

Já na freguesia do Alvão, entre os concelhos de Vila Pouca de Aguiar e Ribeira de Pena (EN 206), a queda de neve não foi tão duradoura, mas possibilitou a criação de um fino manto branco.
Apesar do frio e neve, as estradas do concelho continuaram transitáveis, embora a Proteção Civil Municipal tenha estado no local a espalhar sal nas principais vias.

No que se refere às autoestradas, no nó da A7 com a A24, ao quilómetro 46, a neve também caiu com intensidade, o mesmo aconteceu no quilómetro 55 da A24. Nestas vias o trânsito fez-se com normalidade, mas não dispensou a atuação do limpa-neves.

Também em Boticas a queda de neve foi visível um pouco por todo o concelho para delícia dos habitantes e de alguns visitantes que por estes dias passeiam pela vila botiquense a propósito da Feira Gastronómica do Porco, não se verificando quaisquer constrangimentos na circulação rodoviária.

Redação

loading...
Share.

Deixe Comentário