Diário Atual

A nossa estrutura local – Grupo 36|Chaves da Amnistia Internacional – tem promovido diversas sessões de Educação para os Direitos Humanos que decorrem, sobretudo, em escolas e estabelecimentos comerciais na cidade de Chaves.

Na verdade, seja em parcerias com outras associações, seja com empresários da restauração, seja através professores e dirigentes de estabelecimentos de ensino, são cada vez mais as pessoas que procuram a nossa estrutura local e os nossos ativistas para protagonizarmos tertúlias, debates, conversas, sessões de esclarecimentos onde os Direitos Humanos em geral ou temas de Direitos Humanos em particular são o cerne da atração e atenção.

No passado mês de Março, nos dias 13, 16 e 17, estivemos na Escola Secundária Fernão de Magalhães, onde promovemos várias sessões de Educação para os Direitos Humanos, com turmas dos 10º, 11º e 12º anos, subordinadas ao tema “Dia da Liberdade de Informação”.
É sempre com muito entusiasmo e empenho que nos dirigimos aos mais jovens e com eles debatemos os Direitos Humanos e a missão, visão e campanhas da Amnistia Internacional.

A Educação para os Direitos Humanos (EDH) é uma aprendizagem que desenvolve o conhecimento, as capacidades e os valores dos direitos humanos. Com a sua prática, procuramos a construção de uma cultura universal de direitos humanos, através da transmissão de conhecimentos e capacidades e da alteração de atitudes, com vista a assegurar o reforço do respeito pelos direitos humanos e pelas liberdades fundamentais, do pleno desenvolvimento da personalidade humana e da noção da sua dignidade, da promoção da compreensão, tolerância, igualdade entre os sexos e da amizade entre todas as nações, povos indígenas e grupos raciais, nacionais, étnicos, religiosos e linguísticos, bem como da criação de condições para que todas a pessoas participem de forma efetiva numa sociedade livre.

Nestas nossas sessões, para além de se aprenderem direitos, aprendem-se também responsabilidades e criam-se competências para a ação que cada um pode ter na sua defesa para todos os indivíduos.
É por esta importância, reconhecida pela própria Organização das Nações Unidas, que a Amnistia Internacional desenvolve um trabalho intenso nesta área, cabendo-nos a nós, Grupo Local de Chaves, a dinamização das sessões na nossa região transmontana.

Neste contexto e objetivos, já no presente mês de Abril, no passado dia 22 e a propósito da celebração de mais um Dia da Liberdade (25 de abril), regressámos à Escola Secundária Fernão de Magalhães para mais uma sessão, desta feita com formandos da “Rotina Estratégica”, entre os 10 e os 13 anos de idade e respetivos familiares.
A Educação para os Direitos Humanos e a dinamização de sessões temáticas são um dos nossos maiores motivos de orgulho e empenho na nossa ação quotidiana.

Por isso, contamos também com muita presença da comunidade cidadã flaviense para a nossa próxima sessão de debate e conversa sobre Direitos Humanos, aberta a todo o público, que vai decorrer, a propósito do Dia do Trabalhador, pelas 17h00 do próximo dia 1 de Maio, na Cervejaria Abade, na Alameda do Tabolado em Chaves!
Contactem-nos para [email protected] e visitem a nossa página de facebook, para mais informações! Contamos com [email protected]! Sempre, [email protected] pelos Direitos Humanos!

Share.

Deixe Comentário