O piloto flaviense Pedro Salvador terminou a Rampa do Caramulo no segundo lugar na quinta prova do Campeonato Nacional de Montanha, realizado no passado fim-de-semana.

No dia de sábado, nas primeiras subidas, o transmontano esteve em destaque, liderando inicialmente a tabela de tempos, mas os problemas de motor voltaram a comprometer a vitória, que ficou com Rui Ramalho, ao volante de um Osella PA2000 Evo 2, estabelecendo ainda o record da subida em 1:14.670 minutos.

“Não conseguimos resolver os problemas de motor. Na primeira subida de prova senti que algo não estava bem no motor do Silver Car e apesar de o motor ter sido completamente revisto, voltámos a sentir problemas. O motor falhava e isso aconteceu justamente na subida em que encontrámos as melhores condições de piso e os pneus em melhor estado”, realçou Pedro Salvador.

No domingo, o campeão nacional em título acabou por falhar a vitória por apenas duas décimas.
“Tentámos andar o mais rápido possível, como sempre, mas com os problemas de motor [no sábado]não foi possível tirar proveito dos pneus novos e as condições ideais que tínhamos no sábado. Fomos segundos à geral e perdemos apenas duas décimas. Acho que foi um bom resultado, se tivermos em conta as várias condicionantes. Dentro de duas semanas temos a próxima prova e aí as condições serão mais favoráveis. Resta-me dar os parabéns ao Rui Ramalho, que foi um adversário à altura”, destacou Pedro Salvador.

Na classificação geral, Rui Ramalho lidera com 119 pontos, enquanto Pedro Salvador soma 90 pontos. O Campeonato Nacional de Montanha regressa a 29 e 30 de julho com a Rampa da Porca de Murça.

Diogo Caldas

Share.

Deixe Comentário