Um grupo de investidores dos países pertencentes à CPLP – Comunidade dos Países de Língua Portuguesa deslocou-se, no passado dia 20, até Vidago para conhecerem as Águas de Campilho com o intuito de levar estas águas aos mercados de outros países. 

Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste são, em conjunto com Portugal, os países que formam a CPLP. A vila de Vidago recebeu na passada semana a visita de alguns investidores destes países de língua portuguesa com o objetivo de conseguir levar as Águas de Campilho mais além.
“Queremos ter clientes nesses países da CPLP. Queremos ir para esses mercados. A Campilho foi comprada recentemente. É uma empresa que esteve nas trevas durante vários anos, e agora está a assumir posição. Naturalmente que em Portugal é difícil com o mercado das águas com gás a 4%. Portanto, só há uma via. Não vamos destronar uma marca que é líder de mercado, isso é muito difícil. Vamos, por isso, apostar nas exportações”, explicou o Eng.º Luís Leyva, consultor da Águas de Campilho, SA.
Marta Carvalho é angolana, foi uma das investidoras a visitar as instalações da Campilho e teceu rasgados elogios a esta água rica em sais minerais e fortemente alcalina: “Vim a convite pela União dos Exportadores de Angola, CPLP, e estamos a fazer visitas em várias empresas. Esta empresa de Águas é uma delícia, amei. Só tenho a agradecer pela oportunidade de cá estar. A água é muito boa”.
Depois de terem provado a água acompanhada por um pastel de Chaves, os investidores fizeram uma visita guiada pelas instalações da Campilho, onde puderam ver o local onde são fabricadas 20 mil garrafas por hora, visualizaram um filme e no final todos se juntaram num almoço volante.
No início do ano a Empresa Águas de Campilho, SA foi adquirida por um empresário de Vila Pouca de Aguiar, cujo objetivo era o de apostar no desenvolvimento e crescimento da empresa, uma vez que existem mais que provas dadas da excelente qualidade destas águas minerais.

Maura Teixeira

Share.

Deixe Comentário