A ACISAT – Associação Empresarial do Alto Tâmega e a ADRAT – Associação de Desenvolvimento da Região do Alto Tâmega escolheram o auditório do Forte de São Francisco Hotel, em Chaves, para, no passado dia 22 de dezembro, realizarem a sessão de encerramento do projeto “+Turismo +Sabor – Alto Tâmega com Sabor”.

O projeto “+Turismo +Sabor – Alto Tâmega com Sabor” nasceu com o objetivo de unir e promover os setores do turismo e do agroalimentar, desenvolver uma marca comum e internacionalizar as empresas locais. Durante o ano passado, esta iniciativa percorreu todos os concelhos da região do Alto Tâmega, tendo iniciado a 13 de março em Chaves, passando no dia 3 de abril por Montalegre, a 8 e 29 de maio por Valpaços e Boticas, respetivamente, no dia 19 de junho foi a vez de Vila Pouca de Aguiar, e o último workshop decorreu no dia 3 de julho em Ribeira de Pena. Dos 473 empresários presentes nos seis workshops, 40 marcaram presença em todos, não deixando também, grande parte destes, de marcar presença no seminário de encerramento no passado dia 22.
“Era ambicioso em termos de ações, em termos de participação, em termos de objetivos, mas veio a revelar-se absolutamente pertinente. […] Houve uma disseminação em todo o território do Alto Tâmega com ações de apresentação, com ações do workshop, com as autarquias, com toda a gente que se demonstrou disponível para o projeto. E realmente foi um crescente. Tivemos ações absolutamente participadas de interação com empresários”, destacou Jorge Paulo Santos, presidente da ACISAT.
Durante a sessão, que teve início às 10h, foram apresentados os números relativos à rede colaborativa, aos participantes nos vários workshops realizados, bem como os dados do site visitaltotamega.com, criado por uma das empresas que marcou presença nos seis workshops, e ainda o vídeo promocional do território que já está a ser partilhado nas redes sociais.
A candidatura para o projeto foi efetuada em 2015, aprovada em 2016, tendo arrancado no ano de 2017. O NORTE 2020, estrutura cofinanciadora, colocou o passado dia 31 de dezembro como data limite de realização de todas as ações de promoção desta rede. Contudo, todos os aderentes à rede manifestaram a sua vontade de continuidade do projeto após a fase cofinanciada. “Nós já pensámos nas linhas gerais com o outro promotor, a ADRAT, e foram aqui elencadas hoje as possibilidades e as vontades dos participantes, designadamente dos parceiros, do Turismo Porto e Norte, da Comunidade Intermunicipal, de, em conjunto, continuar a fazer um bom trabalho”, explicou o presidente da ACISAT. Deste modo, ainda durante o presente mês de janeiro decorrerá uma reunião entre as instituições envolvidas e os empresários da rede para que se possa traçar o caminho de continuidade.

Projeto reconhecido

Recentemente, o projeto “+Turismo +Sabor – Alto Tâmega com Sabor” mereceu destaque no site da estrutura que o cofinanciou, o NORTE 2020, enquanto exemplo de boas práticas. “Quem o financia deu conta da potencialidade do projeto e, portanto, era um redobrar de responsabilidades para os promotores que este corresse bem. Essa ideia passou, concretizou-se, veio em crescente. Temos uma rede constituída”, sublinhou Jorge Paulo Santos.
O dirigente não poderia fazer um balanço mais positivo do projeto: “O sentimento é de dever bem cumprido. A rede veio em crescente ao ponto de termos 106 empresas inscritas neste momento com demonstração efetiva de interesse em participar na rede. O trabalho quer-se conjunto para promover os nossos produtos que são de excelência”.
Também António Montalvão Machado, secretário-geral da ADRAT, destacou a importância e a pertinência deste projeto no território do Alto Tâmega: “Foi criada uma rede, e penso que é uma rede extremamente importante. Conseguimos sentar à volta da mesma mesa as instituições do território, que têm um papel mais ativo no desenvolvimento local, e os empresários do setor do turismo e do setor produtivo. É uma rede que tem uma dinâmica de cultura de desenvolvimento que eu acho que é extremamente importante e que faz muita falta ao território”.
No final do seminário decorreu um almoço no restaurante do Forte de São Francisco Hotel entre membros das duas associações promotoras do projeto e empresários por forma a comemorar o sucesso desta rede colaborativa que já se transformou numa marca que está a ser divulgada dentro de Portugal e além-fronteiras.

Maura Teixeira

Share.

Deixe Comentário