A comunidade portuguesa e luso-americana a residir no Estado de Nova Iorque, nos Estados Unidos da América, realizou duas angariações de fundos a favor da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários Flavienses (AHBVF). Os eventos, que tiveram lugar em Mount Vernon e Mineola, na noite de 10 de fevereiro, permitiram reunir 59 000 dólares (aproximadamente 50 000 euros), que serão utilizados para reforço dos meios da corporação de bombeiros de Chaves.

Luís Soares (diretor da AHBVF), Nuno Coelho Chaves (presidente da AHBVF), Isabelle Coelho-Marques (presidente da NYPALC), Ermelinda Gomes (tesoureira da NYPALC), José Lima (comandante da AHBVF), Anabela Batista (presidente do Portuguese American Club Mount Vernon) e Rogério Moura (diretor da AHBVF)

Os eventos, realizados no Portuguese American Center Mount Vernon e no Mineola Portuguese Center, tiveram lotação esgotada, com um somatório total de perto de 600 participantes, a maior parte dos quais de origem transmontana. Em Mount Vernon foram angariados perto de 19 500 dólares e em Mineola $39 500.
A AHBVF fez-se representar pelo presidente, Nuno Coelho Chaves, pelo comandante José Lima e pelos diretores Rogério Moura e Luís Soares. A organização das angariações de fundos coube à NYPALC – New York Portuguese American Leadership Conference, sendo a presidente Isabelle Coelho-Marques a responsável pela ligação com a AHBVF, a vice-presidente Rosa Leal (natural de Chaves) a coordenar a organização do evento de Mineola e a tesoureira Ermelinda Gomes a desempenhar tarefa semelhante em Mount Vernon.
A verba foi reunida através da venda de entradas para cada um dos eventos, de donativos independentes e do leilão de produtos ligados a Chaves e Trás-os-Montes. Muitos destes produtos foram oferecidos pelos participantes, como folares e cabazes de fumeiro, feitos por transmontanos nos Estados Unidos, licitados por centenas de dólares.
Outros produtos a leilão chegaram provenientes de Portugal, com ofertas de entidades como a Câmara de Chaves, a Santa Casa da Misericórdia de Valpaços, o Grupo Desportivo de Chaves, as Termas de Chaves e o Grupo Cultural Aquae Flaviae, e empresas flavienses como a produtora vinícola Quinta de Arcossó e a Aquae Flaviae. O mel com ouro comestível, criado por esta última, é exemplo de um dos produtos transmontanos que suscitaram curiosidade entre os presentes.
Membros da comunidade luso-americana que representam órgãos autárquicos nos Estados Unidos, como o vice-mayor de Mineola, Paulo Pereira, e a recém-eleita vereadora em Mount Vernon, Janice Duarte, fizeram questão de marcar presença e conhecer os representantes da AHBVF.
Nuno Coelho Chaves expressou, através de um discurso, o agradecimento da associação que preside: “Confesso que quando entrei no avião que nos trouxe, ainda me questionava se seria possível recebermos mostras de afeto e generosidade para com a causa humanitária defendida pela Associação que represento, a mais de 5 500 quilómetros de Chaves. Agora que já pude testemunhar presencialmente a forma como vocês amam Portugal e os portugueses, os costumes e as tradições do país de todos nós, só me cabe agradecer profundamente”.
O presidente da AHBVF vincou a mensagem de que os fundos angariados serão utilizados após aprovação dos representantes da NYPALC, que convidou a marcar presença na apresentação e apadrinhamento dos equipamentos a adquirir com a verba.

 

loading...
Share.

Deixe Comentário