Os flavienses jogam tudo na tentativa de regressar ao Jamor sete anos depois da única presença. Segunda mão é terça-feira às 20h15, na receção ao Vitória de Guimarães, com as camisolas do GD Chaves a terem o patrocínio do Município de Boticas. Hoje, sexta-feira, há a receção ao Paços de Ferreira, às 19 horas, para a Liga.

Com uma desvantagem de dois golos, o Desportivo de Chaves procura em casa dar a volta à eliminatória e garantir um lugar na final do Jamor.
No dia anterior, segunda-feira, a comitiva flaviense estará em Boticas para a antevisão à partida, numa parceria inédita de cooperação com concelhos vizinhos, à semelhança do que aconteceu na primeira mão da meia final, quando a antevisão se realizou em Montalegre.
Do outro lado, de Guimarães, a esperança em estar na final também é muita e espera-se casa cheia no Municipal Engº Branco Teixeira, com um grande ambiente de futebol.

Regressar antes às vitórias

Sexta-feira, às 19 horas, o Desportivo de Chaves procura o regresso às vitórias na Liga na receção ao Paços de Ferreira para a 27ª jornada.
Os flavienses seguem com quatro jogos sem vencer, com três derrotas, às quais se junta mais um desaire para a Taça de Portugal, num total de cinco partidas sem conhecer o sabor da vitória.

Treinos em Chaves e fechados

O Desportivo de Chaves treinou a partir de quarta-feira no Municipal de Chaves, com a curiosidade de todas as sessões de trabalho serem realizadas à porta fechada até ao jogo da segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal, com o Vitória Guimarães na terça-feira.
Pelo meio os flavienses recebem esta sexta-feira o Paços de Ferreira para a Liga. Ao contrario do habitual, quando apenas os treinos nas vésperas de jogos são fechados, Ricardo Soares irá orientar as sessões de trabalho sem público no estádio.

Em concentração total para regressar às vitórias no campeonato e para chegar à final do Jamor na Taça de Portugal, os flavienses têm várias baixas na equipa. Por lesão, William, Mathaus e Felipe Lopes continuam a fazer treino condicionado, enquanto Vukcevic faz apenas tratamento.
Já Davidson consultou um especialista para perceber a evolução da lesão no nariz que o tem afastado dos trabalhos e regressou aos treinos sem limitações, assim como o avançado William. Os dois voltam a ser opção.
Carlos Ponck (Cabo-verde), João Mário (Guiné-Bissau) e Bressan (Bielorrússia), o último castigado para o jogo na Liga, estiveram ao serviço das respetivas seleções, mas já regressaram aos trabalhos.

Derrota no jogo treino em Freamunde

O Desportivo de Chaves perdeu por 1-0 em Freamunde no jogo treino realizado pela equipa da Liga 2 na passada sexta-feira, dia 24 de março.
O jogo esteve igualado sem golos até aos 85 minutos, quando Yero fez o único tento da partida que se realizou no Complexo Desportivo do SC Freamunde.

Diogo Caldas

Share.

Deixe Comentário