Flavienses defenderam bem perante as ofensivas do Feirense. Nem com uma grande penalidade os ‘fogaceiros’ desataram o nulo.

A partida até começou com um ritmo de jogo acima do habitual para a fase da temporada, mas foi ‘sol de pouca dura’, pois rapidamente as formações encaixaram-se e o encontro tornou-se monótono e os avançados acabaram por se mostrar desinspirados.

O sinal mais acabou por ser da formação de Santa Maria da Feira, que contou até com 11 cantos a favor, contra zero dos flavienses. Rematou mais, mas os efeitos práticos não foram muitos, ou nenhuns.

Do outro lado, a equipa de Daniel Ramos mostrou que continua a precisar de mais soluções para a frente, pois ainda procura um extremo e um avançado, mas mostrou também que tem já uma consistência defensiva aceitável para a fase da temporada, e nunca permitiu muito ao ataque contrário.

O momento do jogo aconteceu aos 80 minutos, quando o Feirense teve uma oportunidade de ouro para desfazer o nulo, com uma grande penalidade que Ricardo defendeu superiormente a Edson Farias.
Destaque para o primeiro jogo-treino de Bruno Gallo, reforço brasileiro dos flavienses, que foi utilizado no decorrer da partida.

Daniel Ramos vê capacidade de crescimento no final do estágio

O treinador do Desportivo de Chaves, Daniel Ramos, afirmou que as ilações do estágio de pré-temporada são “boas”, mas que “tudo ainda pode melhorar” na equipa da I Liga portuguesa de futebol.

O emblema de Trás-os-Montes terminou no sábado, dia 21 de julho, o estágio de Quiaios, na Figueira da Foz, com um empate sem golos frente ao Feirense, também do escalão principal, e o técnico de 47 anos reconheceu que “a necessidade de evoluir é uma preocupação”.

“Tivemos aspetos positivos e outros nem tanto, mas os jogos de pré-época permitem-nos conhecer os jogadores e entender o que a equipa precisa”, destacou, em declarações ao canal oficial do clube.
Para Daniel Ramos, o estágio foi “positivo a vários níveis”, destacando “uma forma de trabalhar diferente, num espírito mais presente”.

“Passámos 24 horas a controlar um conjunto de aspetos, conseguimos recuperar jogadores que vinham de lesões e, felizmente, tivemos o grupo todo a trabalhar”, realçou.

Diogo Caldas

loading...
Share.

Deixe Comentário