Durante todo o mês de dezembro a ACISAT – Associação Empresarial do Alto Tâmega, em parceria com a Câmara Municipal de Chaves, realizou um conjunto de atividades alusivas ao Natal. Na passada terça-feira, dia 16, decorreu na sede da Associação a entrega dos prémios do concurso de Montras de Natal, atividade realizada pelo segundo ano consecutivo.

Entrega 1º prémio

Iluminação de Natal, carrossel infantil, música ambiente, decoração da fachada das lojas, concurso de montras, abertura do comércio nos feriados e domingos, chegada do Pai Natal, presépio vivo realizado por um grupo de pessoas de Outeiro Seco, animação de rua e uma caminhada solidária foram as várias atividades que animaram a cidade de Chaves, em especial o centro histórico, durante todo o passado mês de dezembro.

“Consideramos que [estas atividades]foram um sucesso. Foram feitas com a melhor das intenções. Foram um conjunto de atividades que tivemos o gosto de por à consideração da Câmara Municipal, que as acarinhou e converteu em realizáveis, ajudando-nos à concretização das mesmas. Fruto dessa estreita parceria, com atividades da responsabilidade da ACISAT, e outras atividades da responsabilidade da Câmara Municipal, julgo que tivemos uma época de Natal com bom gosto na rua. Obviamente e sempre com coisas a melhorar e a corrigir num futuro próximo. Mas demonstraram e bem o espírito da casa que é ‘Juntos fazemos mais e melhor’. E, portanto, fruto dessa colaboração houve efetivamente sucesso nas atividades que implementámos”, sublinhou Jorge Paulo Santos, presidente da ACISAT.

Na passada terça-feira decorreu a entrega dos três primeiros prémios às lojas vencedoras do concurso de Montras de Natal, que se realizou entre os dias 8 e 23 de dezembro. Para além do presidente da direção da ACISAT, na cerimónia de entrega dos prémios estiveram ainda presentes o vice-presidente e o secretário da direção da mesma Associação, André Friande Lopes e Frederico Bento, respetivamente, e o vice-presidente da Câmara Municipal de Chaves, Francisco Melo.

Este concurso já se realizava há alguns anos, contudo houve uma interrupção, tendo sido retomado no ano de 2016. Nesse ano participaram 42 lojas. Nesta edição o número de inscritos aumentou para 71, tendo depois ido à fase final de votação 68 lojas. Para Jorge Paulo Santos este é um número “muito significativo” de participantes que “prova o potencial da atividade”, afirmando ainda que será “para dar continuidade”.

Na edição anterior deste concurso a votação estava restrita apenas ao público que podia eleger a sua montra preferida na página de facebook da ACISAT deixando o seu gosto nas fotografias. A que reunisse maior número de gostos era a montra vencedora. A Associação Empresarial recebeu algumas sugestões para melhorar o concurso, mais concretamente o processo de votação. Deste modo, para além da votação digital, nesta edição acrescentou-se a votação de um júri composto por cinco elementos: três ligados a uma componente mais técnica, formada por uma decoradora, uma designer e uma representante da comunicação social local; e dois elementos institucionais, com um representante da ACISAT e um representante da Câmara Municipal de Chaves.

Entrega 2º prémio

O presidente da direção da ACISAT fez ainda questão de referir o número de visualizações das fotografias do concurso: “Houve 86 874 visualizações das montras do comércio de Chaves, que é um número manifestamente muito elevado e que demonstra bem o retorno que os senhores empresários têm ao participar nestas atividades”.

O primeiro prémio do concurso de Montras de Natal foi ganho pela loja A Noiva Perfeita, de Raquel Sofia Soares Ribeiro, que esteve presente para receber o diploma e o cheque de 500 euros. O segundo prémio foi atribuído à Opticenter, pertencente à empresa Gestos Fantásticos Óptica, Lda, e Joana Sernache, colaboradora da loja, foi quem recebeu o diploma e o respetivo cheque de 250 euros. O terceiro lugar foi atribuído à loja Ch Decor, da empresa Magalhães & Martins, Lda. Quem recebeu o diploma e o cheque correspondente de 100 euros foi a colaboradora da loja Vânia Gomes.

A loja A Noiva Perfeita tem sido participante assídua das atividades realizadas pela Associação, contudo esta foi a primeira vez que conseguiu obter o primeiro prémio. “O sentimento é de felicidade. Dá algum trabalho, mas sem trabalho não conseguimos nada”, referiu Raquel Ribeiro, proprietária da loja.

Também não foi a primeira vez que a loja Ch Decor participou neste concurso. Uma vez que se trata de uma loja de decoração, os produtos que estavam a decorar a montra estavam também disponíveis para venda, o que levou a que sempre que um desses produtos fosse vendido tivessem de ser efetuadas mudanças na decoração da mesma. Para Vânia Gomes esta situação poderia ter penalizado a loja relativamente a outros lojistas que mantêm a mesma montra durante todo o Natal. Desta forma, para esta colaboradora foi fulcral “saber gerir esta situação”, e realçou ainda a grande importância que os clientes flavienses e também os espanhóis têm tido no sucesso da loja.

A loja Opticenter faz parte do número dos novos participantes. “Foi a primeira vez que participámos nesta iniciativa, até porque a nossa loja é recente, abriu há cerca de meio ano. Por isso, achámos que esta era uma boa forma de nos dar a conhecer. Vamos continuar a participar nestas iniciativas e a interagir com a ACISAT e também com o restante comércio local”, afirmou Joana Sernache.

Entrega 3º prémio

Francisco Melo fez também questão de demonstrar a sua satisfação pelo crescente número de participações nesta atividade, em específico: “O coração da cidade bate bem quando o comércio está bem. O facto de haver muitos participantes demonstra uma tendência para o dinamismo, ou seja, para a vontade que os comerciantes têm que os seus negócios corram bem. E isso é um bom sinal, ou seja, este aumento de participações significa que as pessoas estão mais empenhadas no comércio. Esse empenho, esse urbanismo comercial e embelezamento da cidade a partir das montras pode ser um chamariz para as pessoas dos concelhos vizinhos”.
Segundo Jorge Paulo Santos, o sentimento de satisfação é geral: “Nós estamos satisfeitos. Esperamos que os flavienses tenham ficado felizes com a época e com o esforço feito por esta parceria entre a Câmara Municipal de Chaves e a ACISAT. Isto foi feito com toda a boa fé, com toda a boa intenção, com todo o carinho de Natal”. O dirigente espera ainda que estas atividades tenham ajudado a um bom retorno direto nos negócios dos empresários do comércio local.

Maura Teixeira

 

Share.

Deixe Comentário