Realizou-se no passado dia 4 de abril, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, uma reunião ordinária da Assembleia Municipal onde foi apresentado, para apreciação e votação, o Relatório de Gestão e Contas correspondente ao ano de 2016.

No exercício do ano passado, o Município de Boticas conseguiu uma poupança corrente efetiva de 1.444.872,63€, o que demonstra que a autarquia teve capacidade de financiar a estrutura necessária ao bom funcionamento dos serviços municipais através da receita corrente e, simultaneamente, libertar meios para suportar as despesas de capital.
No final de 2016, a dívida bancária de médio e longo prazo ascendia a 1.155.076,51€, registando uma diminuição de 289.817,43€ comparativamente com o ano de 2015. Quanto à dívida de curto prazo, continua a manter-se num nível muito baixo, o que fez com que o prazo médio de pagamento a fornecedores se fixasse, em dezembro de 2016, em 13 dias.

No que diz respeito à execução financeira, são de salientar os indicadores obtidos com a boa taxa de execução das receitas corrente e de capital, que se posicionou nos 104,08% e 81%, respetivamente, enquanto as despesas correntes se fixaram em 83,20% e as de capital em 82%.
Quanto aos empréstimos bancários constatou-se que a rubrica “passivos financeiros” se mantém com valor 0, ou seja, a autarquia botiquense não contraiu qualquer tipo de empréstimo nos últimos quatro anos.
Por sua vez, o executivo municipal aumentou em 50% os apoios concedidos às famílias face a 2015. Foram assim atribuídos mais 74.779,73€ em apoios sociais.

De destacar que a Câmara de Boticas transitou o ano com um saldo orçamental no valor de 3.497.780,22€, o que traduz o rigor no controlo das despesas que o executivo municipal tem vindo a realizar no exercício das suas funções.
Em termos de eficiência financeira, os indicadores demonstram que o Município liquidou até 31 de dezembro de 2016, a totalidade da dívida de curto prazo e apresentou um índice de autonomia muito bom, de 71%.
Após apreciação e análise, os membros da Assembleia Municipal de Boticas aprovaram, por maioria, o Relatório de Gestão e Contas de 2016.

Redação/CM Boticas

Share.

Deixe Comentário