Os juniores da equipa flaviense sofreram durante esta semana nova mudança de treinador, com Vítor Gamito a deixar o cargo, para a entrada de Nuno Barbosa. 

O clube flaviense anunciou na segunda-feira a rescisão por “mútuo acordo” com Vítor Gamito, que havia substituído Ricardo Chaves no decorrer da temporada.
“Acabou esta viagem para mim. Apesar de apanhar o ‘comboio’ a meio, fica a consciência que tudo fiz para inverter o rumo dos acontecimentos, tal não foi possível. A melhor das sortes à rapaziada e acreditem até ao fim que é possivel. Um orgulho enorme voltar a representar o clube da minha terra 10 anos depois, infelizmente sem o desfecho idealizado”, escreveu o técnico flaviense na sua página do facebook.
O sucessor é Nuno Barbosa, de 37 anos, que já passou pelo emblema de Chaves enquanto treinador-adjunto, na equipa técnica de João Eusébio, em 2013/14.
Enquanto treinador já orientou, também em Trás-os-Montes, o Mirandela e Pedras Salgadas, clube que orientou na temporada passada. Conta ainda por passagens pelo Freamunde, Académico de Viseu, Penafiel e Interclube, de Angola, enquanto treinador adjunto.
“O clube e a SAD desejam as maiores felicidades e sucessos pessoais e profissionais ao novo timoneiro da equipa de juniores”, escreveu o Desportivo de Chaves no seu site.

DC

Fase de manutenção começa fora

Os flavienses arrancam no terreno do Aves, a 18 de fevereiro, a fase de manutenção da 1ª Divisão Nacional de Juniores.
Numa fase com oito equipas, e a duas voltas, os três últimos classificados serão despromovidos à 2ª Divisão Nacional na próxima época.
Com três pontos, o Chaves arranca esta fase a 10 pontos da primeira equipa em zona de salvação, o Rio Ave.

loading...
Share.

Deixe Comentário