Decorreu no passado fim de semana, dias 1, 2 e 3, a XIV edição da feira “Sabores de Chaves”, onde o fumeiro foi rei. Mais uma vez, este evento ultrapassou as portas do Pavilhão Municipal, com a realização de um concerto no Pavilhão Expoflávia.

A abertura de mais uma edição da “Sabores de Chaves” foi na sexta-feira às 14h, com o 11º Encontro Escolar de “Danças e Cantares Tradicionais”, que todos os anos reúne alunos de várias escolas da cidade. No final das atuações procedeu-se à entrega dos certificados de participação pelas mãos de Nuno Vaz, presidente da Câmara Municipal de Chaves, e Altamiro Claro, presidente da Assembleia Municipal.

Antes da habitual ronda pelos stands, na qual cumprimenta todos os produtores presentes, o autarca flaviense proferiu um breve discurso dando como oficialmente aberto o certame.

Ainda na tarde de sexta-feira houve um showcooking por Filipe Ferreira, e à noite teve lugar, ainda no Pavilhão Municipal, o concerto dos “Evil Mary”.

No sábado, dia 2, o dia começou com animação musical a cargo do Grupo de Concertinas do Monumento. À tarde houve um showcooking pelo chefe Cordeiro e ainda a atuação do Grupo de Danças e Cantares de Santo Estêvão e do Rancho Folclórico do Grupo Cultural da Serra do Brunheiro. À noite as atenções viraram-se para o Pavilhão Expoflávia onde decorreu o concerto dos “Sangre Ibérico”.

No domingo, terceiro e último dia do certame, o Grupo de Concertinas do Monumento voltou a animar o Pavilhão Municipal durante a manhã, e de tarde foi a vez de atuarem o Rancho Folclórico de Selhariz, o Rancho Folclórico da “Vila Medieval” de Santo Estêvão e a Tuna da USAF – Universidade Sénior e do Autodidata de Felgueiras. Também neste dia houve um showcooking desta vez a cargo da Escola Profissional de Chaves. Uma das novidades desta edição foi a presença do programa da TVI “Somos Portugal” durante toda a tarde de domingo junto ao Forte de São Neutel.

“O que nós queremos é, de facto, afirmar que a letargia que nos tomou durante algum tempo e que, de alguma forma, fez passar a ideia de que Chaves não tem produtos locais de excelência não corresponde à verdade. Acho que não há muitos concelhos que se possam orgulhar de ter um conjunto tão elaborado e tão rico de produtos locais”, afirmou Nuno Vaz, presidente da Câmara Municipal de Chaves, referindo-se ao fumeiro, ao presunto de Chaves, ao folar, ao Pastel de Chaves, e a outros produtos “menos visíveis, mas que no futuro terão um espaço neste território”, como é o caso da couve penca. A estes produtos que compõem o cabaz de Chaves, o presidente da autarquia somou as Termas de Chaves: “Já perceberam que temos gastronomia, temos bem-estar e temos também alguma terapia. É este o conjunto global”.

XIV edição da “Sabores de Chaves” teve presença significativa de jovens produtores

Nuno Vaz realçou ainda o facto de haver uma grande presença de produtores jovens nesta feira: “São jovens que olham para estes produtos com atenção, naturalmente garantido que aquilo que é genuíno, aquilo que é ancestral é protegido, mas, ao mesmo tempo, olham para eles de uma outra perspetiva, não só na apresentação do produto, mas também no atrevimento que fazem ao criar novos produtos, com novos ingredientes e novos sabores”. O autarca flaviense aproveitou o momento para lançar um desafio aos jovens do concelho, “licenciados ou não, a olharem para o nosso território, para a nossa gastronomia, para a nossa agricultura, para a nossa floresta, e percebam que pode haver um espaço de oportunidade para um negócio, para a afirmação do seu projeto”.

Pavilhão Municipal teve zona dedicada a petiscos locais

Outra das novidades da 14ª edição da “Sabores de Chaves” foi a existência, no pavilhão, de um local dedicado à restauração onde os visitantes puderam, sem sair do espaço, provar o que de melhor se confeciona na região.
Alguns restaurantes da cidade de Chaves fizeram também parte desta festa com a criação de menus com pratos confecionados à base da carne de porco.

Os mais pequenos não foram esquecidos e o Pavilhão Municipal teve um espaço totalmente dedicado a eles, com escorrega, mesas de jogos e ainda uma consola.

De acordo com a autarquia flaviense, passaram por esta edição da feira “Sabores de Chaves” mais de 50 mil visitantes.

Maura Teixeira

loading...
Share.

Deixe Comentário