Montalegre foi o palco do arranque da primeira etapa da Volta a Portugal em Bicicleta, este ano em edição especial em virtude da crise pandémica da covid-19. A partida simbólica deu-se na Praça do Município, com o tradicional “cortar da fita” e, pouco depois, o arranque oficial sucedeu na “Variante Rolo Corujeira”. 

A Volta a Portugal em bicicleta edição 2020 iniciou em Fafe, com o prólogo, no dia 27 de setembro, e termina a 5 de outubro, em Lisboa, num total de 1.183,9 quilómetros.
Após o prólogo, um contrarrelógio individual de 7 quilómetros, tendo sido Gustavo Veloso o mais rápido (9m39s), a partida da primeira etapa decorreu em Montalegre, com destino a Viana do Castelo, um percurso de 180 Km.
Na praça do Município, deu-se a partida simbólica, com o cortar da fita, tarefa que Orlando Alves, presidente da Câmara de Montalegre, fez com todo o gosto. Quanto à passagem da Volta a Portugal por território barrosão, “quase diria que é uma obrigação passar por aqui. Já nos sentimos parte integrante desta prova desportiva e desta grande realização. Este ano num contexto completamente diferente, mas não deixa de ser uma honra para Montalegre e para os barrosões vermo-nos integrados neste grande circuito.”
O arranque oficial sucedeu na “Variante Rolo Corujeira”, com chegada no alto de Santa Luzia, em Viana do Castelo. Luís Gomes, da equipa Kelly-Simoldes-UD Oliveirense, foi o vencedor desta primeira etapa.

RTP em direto de Montalegre

A RTP1, através do programa “Há Volta”, voltou a estar em Montalegre a pretexto de mais uma realização da Volta a Portugal em bicicleta, tendo a emissão sido feita junto à Igreja Nova. Para Orlando Alves, “estando o concelho de Montalegre a integrar este périplo da Volta a Portugal, fazemos a promoção do território além-fronteiras e, sobretudo, em Portugal, onde existe uma predileção pelas cidades do litoral. Temos de mostrar que Montalegre existe e quando nos visitarem vão abrir a boca de espanto. Foi, também, uma forma de promoção do desporto saudável, particularmente junto dos nossos jovens. Cada vez mais tem de ser uma aposta e terá que ser o desporto de todos os dias”, concluiu.

loading...
Share.

Deixe Comentário