A prova distrital arranca já este domingo e o jogo grande em cartaz é a receção do Vilar de Perdizes ao Vidago, duas equipas do Alto Tâmega com condições para lutarem pelos primeiros lugares.

Participam 17 equipas, menos uma do que na temporada passada, com a entrada da Diogo Cão, de Vila Real, a ser a novidade, enquanto o Vila Real subiu e o Alijoense saiu da competição. A primeira jornada tem duas partidas adiadas para 29 de dezembro, o Mondinense – Vila Pouca, pela participação dos aguiarenses na Taça de Portugal e o Fontelas – GDC Salto, por acordo entre as equipas.

1ª jornada – 08/09 – 17h

Ribeira Pena – Constantim
Vilar Perdizes – Vidago
Abambres – GD Cerva
GD Valpaços – Cumieira
Mondinense ADI Vila Pouca
Fontelas ADI GDC Salto
Sabroso – Atei
Santa Marta – Diogo Cão
Folga: Régua

V. Perdizes

Este é um Vilar de Perdizes reforçado, com vários jogadores estrangeiros, da Nigéria, China ou Argentina, e com novo treinador, o flaviense Tiago Pona da Costa, estreia-se em casa com o Vidago e o técnico espera “um adversário muito complicado”. “É um clube que se reforçou bem, recheado de bons jogadores e vai ser um bom jogo”, vincou. A equipa barrosã tem várias alterações na estrutura à procura de manter-se como uma das referências do campeonato.
Tiago Pona da Costa, treinador do Vilar Perdizes: “O Vilar vai lutar para ficar nos três primeiros lugares, tal como tem feito nos últimos anos. Sabemos que será complicado uma vez que para mim será um dos campeonatos mais disputados de sempre. Quase todas as equipas se reforçaram, mas só nos vai obrigar a trabalhar no máximo”.

Classificação 2018/19: 3º lugar

Plantel: Bruno Martins, Jonathan, Zhang (ex-Desp.Aves), Li (ex-Desp.Aves), Elton Tavares (ex-Águias Moradal), Capita (ex-Parque das Nações), Kanu, Frank Okenwa, Gideon Zuma, Amadi (todos ex-Caçadores das Taipas), Okwara Chimaraoke (ex-Diamond Academy), Lucas (ex-Cruz del Sur), Roberto (ex-Montalegre), Diogo Kubota, Jonas, Teixeirinha, Pedro Parente, Mika, Fábio Kubota e Pedro Costa. T: Tiago Pona da Costa T.adj: Diogo Pires T.adj: Cláudio Teixeira

Vidago

Com uma equipa reforçada o Vidago concentra grandes expetativas. O seu técnico, Vítor Gamito, reencontra a antiga equipa o que motiva “um jogo especial pelo clube e gentes que me dizem muito”. “Estamos prontos para a competição, e para lutar pelos três pontos num campo super difícil e perante uma equipa fisicamente poderosa que certamente nos irá causar imensas dificuldades”, analisou.
Vítor Gamito, treinador do Vidago: “Será uma temporada difícil e competitiva, com 4/5 equipas a quererem lutar pelos lugares de topo, e queremos participar nesse grupo. Conseguimos construir um plantel que apesar de curto, é equilibrado e com muita qualidade, com misto de experiência e juventude, e acima de tudo com uma identidade bem vincada, do jogador flaviense, pois iniciamos com 17 atletas do concelho”.

Classificação 2018/19: 11º lugar

Plantel: Tiago Guedes (ex-Montalegre), André Pereira (ex-Sabroso), Tiago Covas, Jorginho, Nuno Albano, Nuno Portal, Nuno Abreu (ex-V. Perdizes), Gilmayson Siqueira (ex-São Cristóvão), João Tunes (ex-V. Perdizes), Miguel Sousa (ex-V. Perdizes), Jonathan Fragnoli (sem clube), Gabriel Santos (ex-Montalegre), Nuno Miguel (ex-Valpaços), Dani Sousa, Luís Borges (ex-Valpaços), Pedro Guedes, Edu Paiva (ex-V. Perdizes), Rafa Monteiro (ex-V. Perdizes), Aroldinho (ex-Barra da Tijuca) e Miguel Carvalho (ex-júnior Chaves). T: Vìtor Gamito T.adj: Miro Vinhais T.gredes: Diogo Tavares

GD Valpaços

O GD Valpaços acabou a temporada passada em grande forma, chegando mesmo à primeira metade da tabela. Frente ao Cumieira, em casa, o técnico Caló quer a sua equipa a começar da melhor forma possível, avisando que o plantel está ainda em construção e espera pelo menos mais três reforços.
Caló, treinador do GD Valpaços: “O objetivo é fazer o melhor possível. Conseguir fazer melhor que no ano passado já será uma grande vitória. Queríamos continuar o que de bom fizemos na época passada. Não será fácil, pois o campeonato deverá ser muito competitivo, com boas equipas, e espera-se um campeonato mais equilibrado que no ano passado”.

Classificação 2018/19: 9º lugar

Plantel: Bruno Rato, Luís Mendes (ex-Alijó), Miguel Caló, Fabian, Rondineli, Barreto, Dani Fontinha (ex-Alijó), Lubi, Rabiço, Moutinho (ex-Vimioso Futsal), Dani Mota, Chala, Braúlio, Jorge Machado e Luís Maia (ex-júnior Carrazeda). T: Caló T.gredes: Catarina Carvalho

GDC Salto

Os barrosões têm novo técnico, Rui Magalhães, que espera um campeonato “à imagem da época passada, com 6/7 equipas que estarão teoricamente num patamar superior”.
Rui Magalhães, treinador do GDC Salto: “O Salto tem um misto de juventude e de experiência. A mensagem que já passei aos atletas é que só com trabalho e compromisso se conseguem atingir os objectivos, que são afirmar o Salto como um clube cada vez mais competitivo onde o orgulho Saltense esteja sempre bem presente estando naturalmente focado no desenvolvimento do potencial técnico e táctico dos atletas”.

Classificação 2018/19: 15º lugar

Plantel: Bruno Teixeira e Berna; Marco Pereira, Duarte Teixeira, Ricardo Sousa (ex-GD Figueiredo), Nuno Mota, Tony Cunha (ex-Santo Estêvão), José Moura (sem clube), Sirenes, Romeu Lopes, Paulo Barroso (sem clube), Bruno Pinto, Bruno Faria (sem clube), Bruno Rua (ex-GDC Salto futsal), Tiago Martins, José Barroso, Paulo Afonso (ex-Santo Estêvão), Andri Afonso, Diogo Pires (ex-júnior GDC Salto futsal), Jorge Pires (ex-júnior GDC Salto futsal) e Frederico Baía. T: Rui Magalhães T.Adj: José Vieira T.gredes: Tiago Gonçalves
Diogo Caldas

 

loading...
Share.

Deixe Comentário