Neste concelho, o investimento ultrapassa os três milhões de euros e contempla cerca de 14 quilómetros de rede de distribuição. A Unidade Autónoma permitirá o fornecimento de gás natural a mil e seiscentas pessoas, revela a autarquia.

A inauguração da Rede de Distribuição Domiciliária de Gás Natural e da Unidade Autónoma de Gás Natural contou com a presença, na quinta-feira, dia a 7, do secretário de Estado da Energia, João Galamba, que foi recebido pelo presidente da Câmara de Vila Pouca de Aguiar.

O governante realçou o facto das pessoas de Vila Pouca de Aguiar terem acesso a um projeto que permite a melhoria significativa da qualidade de vida das pessoas e de este ser mais um marco no desenvolvimento da terra.

O autarca sublinhou a importância do setor energético no território concelhio e lembrou a reivindicação de 2,5% na exploração dos recursos naturais reverterem para a socioeconomia local como já acontece com a energia eólica. E foi solicitado resoluções nos setores da água, granito e ouro.

Armando Moreira, da Sonorgás, sublinhou que o concelho de Vila Pouca de Aguiar ficou agora mais competitivo e que a instalação do gás se deveu à teimosia dos autarcas em atrair energia mais acessível às pessoas do interior.

A Sonorgás – Sociedade de Gás do Norte, do grupo Douro Gás, é a detentora da licença para distribuir o Gás Natural no concelho aguiarense.

loading...
Share.

Deixe Comentário