Depois de alterado o nome da Feira da Castanha para Feira da Castanha Judia, surge agora um mural na vila carrazedense, que enaltece o ouro das Terras de Montenegro.

Ideia de um filho da terra, Lino Sampaio, conceção de outro, Pedro Vaz da Costa, e custeado pela autarquia, surgiu na vila de Carrazedo de Montenegro, um mural de arte urbana que destaca a Castanha Judia, com o intuito de valorizar o produto, “imortalizar as gerações passadas que plantaram os primeiros soutos, dar esperança aos mais jovens para continuarem a apostar neste legado, e elevar a marca Judia, diferenciando-se das restantes”, lê-se em nota informativa da autarquia.

Um dos mais conceituados artistas urbanos em foto realismo, o artista Ivo, Smile, pintou um mural 7mX12m, numa das fachadas de um prédio no centro da vila.
“Como concelho do interior, dependente economicamente do setor primário, devemos divulgá-lo durante todo o ano. Carrazedo de Montenegro, mais especificamente, deve apostar cada vez mais na divulgação da Castanha Judia, recorrendo a várias estratégias, neste caso a arte urbana”.

Do mural podemos ver duas silhuetas a olhar para o horizonte, “um pai e um filho, simbolizando o legado herdado e a esperança no futuro da Judia”, referiu o mentor.

O município de Valpaços, entre outras entidades locais, como a Junta de Freguesia de Carrazedo de Montenegro e Curros, e carrazedenses no geral, apoiaram o projeto e todos juntos querem levar mais longe a Castanha Judia e dar a conhecê-la aos quatro cantos do mundo, pois a maior mancha de souto da Europa encontra-se na Serra da Padrela.

 

loading...
Share.

Deixe Comentário