O Valpaços Futsal é um dos nove clubes que se juntaram num comunicado conjunto divulgado a 06 de maio a pedirem uma solução para o futsal nacional, acusando a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) de discriminação e pedindo ainda uma reunião com o líder do organismo, Fernando Gomes.

“Ao não determinar subidas de divisão na presente época, a FPF está a negar o mérito desportivo à data do termino das competições, tal como a UEFA já indicou publicamente para a indicação de clubes a participar nas Competições Europeias, pondo em causa todas as competições distritais em Portugal”, pode ler-se.

O comunicado realça ainda: “Considerando os factos apresentados e a condição proposta publicamente pelo Dr. Fernando Gomes da necessária “consciência de que a invenção do futuro é a nossa melhor tradição”, os clubes signatários solicitam ao Presidente da Direção da Federação Portuguesa de Futebol, uma reunião, por forma a que sejam apresentadas soluções que sirvam o futuro do Futsal assente na verdade desportiva e no mérito desportivo do presente”.

Em 14 de abril, a Academia de Futsal GD Mata/AAUBI, da Covilhã, que compete na AF Castelo Branco, já tinha lançado propostas à FPF. “Com base nestes pressupostos, foram assim apresentadas e devidamente fundamentadas à Associação de Futebol de Castelo Branco e à Federação de Portuguesa de Futebol as seguintes propostas: Proposta 1 – Criação da 3ª Divisão Nacional; Proposta 2 – Criação de mais duas séries na 2ª Divisão Nacional; Proposta 3 – Aumentar o número de equipas em cada série da 2ª Divisão Nacional”, podia ler-se no comunicado.

loading...
Share.

Deixe Comentário