Os técnicos do Posto de Turismo do Alto Tâmega visitaram na quarta-feira, dia 26 de agosto, o concelho de Boticas, para conhecer o património cultural, arquitetónico e natural existente neste território.

O périplo teve início no Centro de Artes Nadir Afonso, local onde a comitiva foi recebida pelo presidente da Câmara de Boticas, Fernando Queiroga, juntamente com o vice-presidente, Guilherme Pires, seguindo para outros pontos de interesse turístico, como a Praça do Município, o Centro Europeu de Documentação e Interpretação da Escultura Castreja (CEDIEC), o Museu Rural de Boticas – Pólo do Ecomuseu de Barroso, entre outros.

Fernando Queiroga referiu que “a melhor forma de promover a região é conhecer in loco a história e o património de cada município”, destacando que “o posto de turismo será a porta de entrada para os visitantes conhecerem melhor esta região, usufruírem de tudo aquilo que temos para oferecer e se a experiência for boa de certeza que ficam com vontade de regressar mais vezes”.

Seguindo a autarquia, a visita a Boticas teve como propósito dotar os técnicos de conhecimentos suficientes para divulgarem a região como um todo, dando a conhecer o vasto património e as potencialidades de cada um dos seis municípios que integram a Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega (CIMAT).

De referir que a criação do Posto de Turismo do Alto Tâmega, localizado no Jardim do Tabolado, em Chaves, será inaugurado em breve e faz parte do plano estratégico integrado de desenvolvimento territorial do Alto Tâmega levado a cabo pela CIMAT.

A existência desta infraestrutura supramunicipal tem como objetivos atrair cada vez mais visitantes e aumentar a sua permanência na região, contribuindo assim para a promoção e o desenvolvimento do território.

loading...
Share.

Deixe Comentário