O Vilafranquense venceu por 5-1 na deslocação ao terreno do Vidago para a 2ª eliminatória da Taça de Portugal.

No jogo que decorreu em Chaves, casa emprestada do Vidago, a formação orientada por Quim Machado demorou a impor-se no encontro e apenas na reta final avolumou o resultado. De resto, o Vidago jogo ‘olhos nos olhos’ na primeria parte e podia estar a vencer ao intervalo.

Com o jogo equilibrado, na reta final da primeira parte surgiu um dos momentos decisivos, com o árbitro Cláudio Pereira a assinalar castigo máximo aos 41 minutos por mão na bola de Nuno Abreu, decisão muito contestada pela equipa da casa após minutos antes ter deixado seguir em lance semelhante com o central Diogo Coelho na área contrária. A dualidade de critérios foi evidente.

Na marcação da grande penalidade Rodrigo abriu o marcador. A segunda parte acabou por ser mais tranquila para os visitantes que chegaram ao segundo golo por André Dias, aos 68 minutos.

O Vidago, com menos uma unidade por expulsão de Jony (73), ainda reagiu e reduziu após Edu Paiva ganhar uma grande penalidade (83) após erro do guarda-redes contrário, que Elias converteu.

Mas os visitantes rapidamente voltaram a alargar o marcador, com Rodrigo a chegar ao ‘hattrick’ já na reta final do encontro, aos 88 e 90+3 minutos, o último também na conversão de um castigo máximo e pelo meio por André Claro (90+1) também a fazer o gosto ao pé.

 

Jogo no Complexo Desportivo Francisco Carvalho, em Chaves.

Vidago – Vilafranquense, 1-5.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, Rodrigo, grande penalidade, 42 minutos.

0-2, André Dias, 68.

1-2, Elias, grande penalidade, 83.

1-3, Rodrigo, 88.

1-4, André Claro, 90+1.

1-5, Rodrigo, grande penalidade, 90+3.

 

Equipas:

– Vidago: Diogo Lopes, Diamantino, Collins, Abreu, Fábio Pais, Miguel Sousa (Pedro Costa, 85), Diego Parini (Nuno Miguel, 87), Gabi (Edu Paiva, 57), Joni, Elias e Adão (Príncipe, 57).

(Suplentes: Tiago Guedes, Tunes, Pedro Costa, Edu Paiva, Pedro Miguel, Príncipe e Nuno Miguel).

Treinador: Vítor Gamito

– Vilafranquense: Maringá, Leo, Sparagna, Diogo Coelho, Vítor Bruno (Eric Veiga, 88), André Ceitil, Izata (Marcos Vinicius, 76), André Dias, Varela (André Claro, 58), Rodrigo e Leandro (Rúben Gonçalves, 76).

(Bruno Ferreira, Filipe Oliveira, André Claro, Eric Veiga, Timbo, Rúben Gonçalves e Marcos Vinicius).

T: Quim Machado

 

Árbitro: Cláudio Pereira (Aveiro)

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Miguel Sousa (10), Nuno Abreu (41), Izata (57), Edu Paiva (70), Collins (77), Maringá (83), Cartão vermelho para Jony (72).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

loading...
Share.

Deixe Comentário